Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/10006
Registro completo de metadatos
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorRozek, Marlene
dc.contributor.authorFridman, Márcia Wolff
dc.date.accessioned2017-04-07T12:05:12Z-
dc.date.available2017-04-07T12:05:12Z-
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10923/10006-
dc.description.abstractEsta pesquisa tem como tema a escolarização de crianças com transtornos mentais e a inclusão escolar. Em decorrência desse tema, foi elaborado o seguinte problema de pesquisa: “De que forma o processo de inclusão escolar existente contempla os alunos com transtornos mentais?” Objetiva-se, neste estudo, verificar como os alunos com transtornos mentais são percebidos e incluídos nas escolas regulares do ponto de vista dos seus processos de aprendizagem, na visão dos professores. Trata-se de um estudo exploratório, com caráter qualitativo, baseado em entrevistas semiestruturadas com professores do Ensino Fundamental de escolas da rede pública e privada. Para análise dos dados, foi utilizada a técnica de Análise de Conteúdo de Laurence Bardin (2011). A pesquisa revelou que os professores entrevistados conhecem pouco desse tema o que pode ser uma das razões para maior dificuldade de gerenciar a demanda e a inclusão de alunos com esses transtornos. Observou-se, nos relatos dos professores, a necessidade de pensar a escola com um currículo que possibilite mais ênfase no desenvolvimento de habilidades socioemocionais, bem como na valorização das capacidades individuais e no trabalho interdisciplinar entre a educação e a área da saúde. Os recursos humanos com os quais os professores precisam contar para apoiar suas demandas com os alunos com transtornos mentais e com outras necessidades educacionais especiais foi o recurso salientado como o mais deficitário dentro das escolas públicas pesquisadas. Já nas escolas particulares a necessidade de interdisciplinaridade e a maior capacitação docente ocupou esse espaço de demanda. Face a tais questões, entende-se que um trabalho mais próximo, integrado e interdisciplinar entre as áreas da saúde e da educação se faz necessário como estratégia para melhoria dos processos de inclusão escolar.pt_BR
dc.description.abstractThe subject of the present research project is the education of children with mental disorders and school inclusion. Due to this subject, the given research problem was formulated: “In which manner the existing inclusion model contemplates students with mental disorders?”. The aim of this study is to verify how students with mental disorders are perceived and included in regular schools in light of their learning processes, from the teachers' standpoint. It is a qualitative and exploratory research in which semi-structured interviews with elementary school teachers from both public and private school systems were conducted. The technique employed for data analysis was from Laurence Bardin’s Content Analysis (2011). The research has shown that the interviews teachers know little of this subject. That may be a reason for trouble in managing the demands and inclusion of the students with these kind of disorders. The teachers’ accounts revealed the necessity of contemplating a comprehensive school curriculum which enables more entasis in developing socioemotional abilities. Also, the appreciation of these students’ individual capabilities as well as the interdisciplinarity between health and education. Also, they emphasized that the most lacking resource within the public schools covered in this study is the human resources with which the teachers can rely on for their difficulties with the students with mental disorders and other special educational needs. Whereas, among the private schools it was the necessity for interdisciplinary between health and education as well as the demand for increasing the teachers’ training. Given these issues, it appears that closer, integrated and interdisciplinary operation between health and education is the necessary means for bettering the methods of school inclusion.en_US
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.rightsopenAccessen_US
dc.subjectINCLUSÃO ESCOLARpt_BR
dc.subjectPESSOAS COM DEFICIÊNCIA MENTALpt_BR
dc.subjectEDUCAÇÃOpt_BR
dc.titleAlunos com transtornos mentais: fantasmas da inclusão escolar?pt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.degree.grantorPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Educaçãopt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.degree.levelMestradopt_BR
dc.degree.date2016pt_BR
dc.publisher.placePorto Alegrept_BR
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000483041-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,11 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.