Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/10068
Type: doctoralThesis
Title: Animalidades de las letras: travesías animales entre escritura, pensamiento y otras ruinas
Author(s): Cabrera, Honatan Fajardo
Advisor: Souza, Ricardo Timm de
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Letras
Issue Date: 2017
Keywords: ESCRITA CRIATIVA
PENSAMENTO
FILOSOFIA
LITERATURA
Abstract: Através da intensidade poético-pensante e das multiplicidades que ressoam entre o animot, a animalidade da letra, a zoopoética e a zoopolitica, experimenta-se estas noções entretecidas por Jacques Derrida, na dissidência das passagens pelas fronteiras e ao traço da escritura inquietada e ao assédio dos rastros dos animais e outros, que se entrecruzam e emergem desmantelando os axiomas obsoletos da clausura antropocêntrica. Comoção que não se reduz ao âmbito discursivo, senão que se relaciona com as mutações e desconstruções que acontecem e solicitam, entre o corpo a corpo de mais de uma língua, a não resignar-se nos pressupostos do logocentrismo e o carnologofalocentrismo que impregna diversos registros da modernidade dentro de um processo de depredação sem antecedentes. Desse modo, se trata de deslizar-se entre as aporias e os limites instáveis, a multiplicidade da diferencia e os tremores entre os umbrais do humano, o animal e outros. Nessas zonas limítrofes de decisiva indecidibilidade, onde nada se reduz a uma linha de demarcação única e indivisível, nem à continuidade, nem à confusão homogênea e essencialista. Na transversalidade, a heterogeneidade e a fulgurância dos rastros de outras existências que não cessam de surpreender-nos, atravessar e vibrar, se fala da escritura como evento singular plural na acolhida do que vem, sem chegada fixa a perturbar pressupostos privilégios e carências, a deslizar já sempre o chão, remover as cinzas e alterar os dualismos sobre os que se pretende fundada e assegurada a metafisica humanista ocidental.Entre a diversidade espaço-temporal do corpo e do corpus filosófico, literário, poético, entre outros textos aos que se recorreu durante a pesquisa, que em locomoção disseminante não quis esgotar-se em um contexto só, autor ou abordagem, destaca-se a heterogeneidade e o polimorfismo dos traços das alteridades animais e as relações com a escritura poética, que transtornam e excedem os confins do homem, a linguagem, o mundo, a suposta autossuficiência soberana e o sentido estabelecido, para outro reenvio e partilha que surge ao encontro iminente com outros viventes e não viventes, à intempérie do que (se) reinventa na vibrante aventura da metamorfose, as passagens e as pegadas que estranhamente se imprimem à literatura, a poesia, a música, as artes do visível, do espaço, entre outras ruinas, o que se passa (sem passo) , em im-previsível e iniludível contratempo.
URI: http://hdl.handle.net/10923/10068
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000483188-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo3,08 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.