Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/1008
Tipo: article
Título: Conduta do cirurgião-dentista frente à necessidade de exodontia em pacientes irradiados na região da cabeça e pescoço
Autor(es): Rockenbach, Maria Ivete Bolzan
Vier, Fabiana Vieira
Figueiredo, Maria Antonia Zancanaro
Cherubini, Karen
Editor: Universidade de Passo Fundo
Fecha de Publicación: 2005
Volumen: 10
Número: 1
Primera página: 34
Última página: 38
Palabras clave: EXODONTIA
OSTEORRADIONECROSE
DOENÇAS MAXILOMANDIBULARES
RADIOTERAPIA
NEOPLASIAS DE CABEÇA E PESCOÇO
ODONTOLOGIA
Resumen: O presente estudo tem por objetivo, com base na literatura vigente, enfatizar aspectos importantes relacionados à realização de exodontia em pacientes submetidos à radioterapia na região da cabeça e pescoço, visando alertar o clínico quanto ao risco de ocorrência de osteorradionecrose (ORN). Percebe-se que o osso irradiado responde de forma peculiar à infecção, em virtude da sua condição de hipóxia, hipocelularidade e hipovascularidade. Assim, exodontias durante e após o tratamento radioterápico são contra-indicadas. Na presença de envolvimento pulpar, a terapia endodôntica é considerada a primeira opção de tratamento. Quando esta terapia não for possível, opta-se pela exodontia, que deverá ser conduzida, pelo menos, três semanas antes do início da radioterapia.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1008
ISSN: 1413-4012
Aparece en las colecciones:Artigo de Periódico

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
Rockenbach et al. 2005 RFO UPF.pdfTexto Completo131,85 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.