Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/10367
Tipo: masterThesis
Título: Industrialização e imprensa: o debate acerca da indústria automobilística durante o governo JK (1956-1961)
Autor(es): Ganster, Rafael
Orientador: Martins, Luis Carlos dos Passos
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em História
Data de Publicação: 2017
Palavras-chave: IMPRENSA - RIO DE JANEIRO - HISTÓRIA
INDUSTRIALIZAÇÃO
INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA
HISTÓRIA
Resumo: O presente trabalho busca analisar a inserção da grande imprensa carioca no debate acerca do processo de instalação da indústria automobilística durante o governo de Juscelino Kubitschek (1956-1961). O recorte proposto delimita a pesquisa em três jornais de grande circulação e prestigio na sociedade carioca do período, são eles: Última Hora; Jornal do Brasil; O Globo. A escolha destes periódicos leva em consideração os distintos posicionamentos que, segundo a historiografia, foram apresentados pelos mesmos frente à temas relevantes para a sociedade brasileira. Cabe ressaltar que este aspecto fora, por vezes, objeto de uma leitura linear de pesquisadores que se debruçaram sobre o tema, cristalizando-se ao longo dos anos pela repetição dos argumentos, mas que, segundo buscamos apresentar, não se sustenta após uma pesquisa empírica mais detalhada. Para além de um simples enquadramento de posição em relação a correntes ideológicas (neoliberal, desenvolvimentista, socialista), buscamos apresentar argumentos que permitam embasar a hipótese de que, fugindo a reducionismos, o posicionamento dos grandes jornais deve ser compreendido dentro de um universo mais amplo e, condição fundamental, em relação aos demais veículos envolvidos na disputa pela imposição de uma visão (mais) legítima sobre o assunto. A análise dos argumentos apresentados pela imprensa, no que diz respeito à indústria automobilística, é fundamental para os objetivos aos quais nos propomos, já que esteve no centro de calorosos debates (políticos e econômicos) e constituiu-se como “setor dinamizador” do projeto proposto por Juscelino a partir do plano de Metas.Além do mais, permite acesso à temas essenciais para leitura dos posicionamentos tomados, tais como intervenção estatal, planejamento econômico, regulação de capital estrangeiro, proteção alfandegária, controle cambial, papel dos bancos de fomento, aparato administrativo, entre outros.
The present work seeks to analyze the insertion of the great Rio press in the debate about the process of installation of the automobile industry during the government of Juscelino Kubitschek (1956-1961). The proposed clipping delimits the research in three newspapers of great circulation and prestige in the Carioca society of the period, they are: Última Hora; Jornal do Brasil; O Globo. The choice of these journals takes into account the different positions that, according to historiography, have been presented by them in relation to themes relevant to Brazilian society. It is worth mentioning that this aspect has sometimes been the object of a linear reading of researchers who have studied the subject, crystallizing over the years by the repetition of the arguments, but which, according to what we seek to present, does not hold up after a more detailed empirical research. In addition to a simple framing of position in relation to ideological currents (neoliberal, developmentalist, socialist), we seek to present arguments that support the hypothesis that, avoiding reductionism, the position of the great newspapers must be understood within a broader universe and, fundamental condition, in relation to the other vehicles involved in the dispute for the imposition of a (more) legitimate view on the subject. The analysis of the arguments presented by the press in relation to the automobile industry is fundamental to the objectives we are proposing, since it was at the center of heated debates (political and economic) and constituted as a "revitalizing sector" of the project proposed by Juscelino from the Plano de Metas (Plan of Goals). Moreover, it allows access to essential topics for reading the positions taken, such as state intervention, economic planning, foreign capital regulation, customs protection, exchange control, role of development banks, administrative apparatus, among others.
URI: http://hdl.handle.net/10923/10367
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000484030-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,92 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.