Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/10386
Tipo: masterThesis
Título: Comunicação e imaginário: Getúlio Vargas nas redes sociais
Autor(es): Jeffman, Tauana Mariana Weinberg
Orientador: Silva, Juremir Machado da
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: COMUNICAÇÃO
IMAGINÁRIO
REDES SOCIAIS
VARGAS, GETÚLIO - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
Data de Publicação: 2012
Resumo: Em uma era de transformações tecnológicas e simbólicas, a pós-modernidade encontra seu fervor. Nesta, o arcaico e o desenvolvimento tecnológico entra em sinergia, o tempo retorna e, assim, os mitos encontram-se presentes na atualidade, narrando histórias e condutas, dando ritmo à vida e integrando-se ao cotidiano social. Nessa era, o mundo reencontra-se e reecanta-se, o vertical passa a ser horizontal e os laços sociais deixam de ser apenas de solo e sangue, formando-se simbólica e emocionalmente. É nesse contexto que compreendemos a presença de Getúlio Vargas nas redes sociais. Para tanto, adentramos na história do ex-presidente e das ações comunicacionais desenvolvidas em seus governos. Buscamos referências teóricas para trabalharmos as noções de mito e imaginário. Averiguamos o desenvolvimento presenciado na era digital, onde a era da cultura de massa passa a ser a era da cultura digital. Observamos a convergência das mídias e o papel da tecnologia, da internet e da cultura em tal transformação.A internet transforma-se e deixa de ser encarada exclusivamente como um meio, onde as mensagens apenas transitam de um emissor para um ou mais receptores. Nesse contexto, as redes sociais tornam-se nossas praças. É neste local que as tribos se encontram, interagem, conversam, concordam ou divergem. É onde os laços sociais passam a existir, ou são fortalecidos. A sociedade brasileira está nas redes sociais e Getúlio Vargas também, pois, entre conversas e interações, imaginários são compartilhados e nutridos, mitos são revividos, histórias são contadas, e o cotidiano é falado e observado. É nessas praças (aldeias), que os grupos (tribos) que apreciam ou repudiam o ex-presidente se encontram. Getúlio Vargas caracteriza-se como o totem dessas tribos, venerado e apedrejado. Equipando-se de um olhar generoso, que busca o conhecimento comum para compreender as diferentes perspectivas sobre o nosso objeto de estudo, analisamos tais tribos, compreendemos suas visões de realidade e suas emoções, apresentadas em suas publicações e conversações.
In an era of technological and symbolic changes, the postmodernity finds his fervor. In this, the archaic and technological development come into synergy, the time returns and, therefore, the myths are present today, telling stories and behaviors, giving rhythm to life and integrating into the everyday. In this era, the world finds itself and enchants itself again, the vertical becomes horizontal and social ties are not merely soil and blood, forming symbolic and emotionally. It is in this context that we understand the presence of Getúlio Vargas in social networks. For that, we enter the story of the former president and the communication actions developed in their governments. We seek to work references theoretical notions of myth and imaginary. We researched the development witnessed in the digital age, where the age of mass culture becomes the era of digital culture. We observe the convergence of medias and the role of technology, internet and culture in such transformation.The Internet becomes and ceases to be seen exclusively as a means, where the messages transiting from only one sender to one or more receivers. In this context, social networks become our squares. This is where the tribes meet, interact, talk, agree or disagree. That's where social ties now exist, or are strengthened. Brazilian society is in social networks and Getúlio Vargas too because, between conversations and interactions, imaginarys are shared and nourished, myths are revived, stories are told, and daily life is told and observed. It is in these squares (villages), which groups (tribes) who enjoy or repudiate the former president meet. Getúlio Vargas is characterized as the totem of these tribes, worshiped and stoned. Manning is a generous look, seeking common knowledge to understand the different perspectives on the object of our study, we analyzed these tribes, we understand their views of reality and their emotions, presented in their publications and talks.
URI: http://hdl.handle.net/10923/10386
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese (Comunicação Social)

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000485097-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo5,85 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.