Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/1068
Tipo: doctoralThesis
Título: Eficiência de corte de instrumentos rotatórios de níquel-titânio para alargamento cervical de canais radiculares : análise em estereomicroscopia, perfilometria e microtomografia computadorizada
Autor(es): Morgental, Renata Dornelles
Orientador: Pelisser, Fabiana Vieira Vier
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Fecha de Publicación: 2012
Palabras clave: ODONTOLOGIA
ENDODONTIA
MATERIAIS DENTÁRIOS
CANAL RADICULAR
Resumen: Os objetivos deste estudo foram: avaliar, utilizando diferentes metodologias e substratos, a eficiência de corte de instrumentos rotatórios de níquel-titânio para alargamento cervical; investigar a influência da velocidade e do número de usos na eficiência de corte de tais instrumentos; observar a presença de defeitos na superfície dos mesmos. Primeiramente, foram confeccionados blocos de dentina bovina (n=20) e de acrílico (n=20), os quais serviram de substrato para a atuação dos seguintes instrumentos: BioRaCe BR0 (BR), HyFlex CM 1 (HY), ProFile OS #2 (PF) e ProTaper Sx (PT). Cada instrumento atuou por 60 segundos lateralmente aos blocos, montados em uma plataforma de testes. Os instrumentos foram utilizados em duas velocidades (250 e 500 rpm), até cinco vezes. Em um primeiro momento, os blocos foram observados em um estereomicroscópio e as medidas de área e comprimento dos sulcos formados pelos instrumentos foram utilizadas como parâmetro para avaliar a eficiência de corte. Os dados obtidos foram analisados estatisticamente, com nível de significância de 5%. HY e PF foram os instrumentos mais e menos eficientes (P<0.05), respectivamente. Em acrílico, com o aumento da velocidade, houve aumento significativo da área e do comprimento dos sulcos para todos os instrumentos. Em dentina, houve aumento significativo da área para HY e PT e do comprimento para BR, HY e PT. Com relação ao número de usos, não houve perda de eficiência de corte em acrílico. Já em dentina, os instrumentos PF e PT apresentaram eficiência significativamente menor após o quarto e quinto uso (menor comprimento dos sulcos). Para todos os instrumentos, foi detectada forte correlação entre os resultados em acrílico e dentina. Em um segundo momento, outros dois parâmetros foram utilizados para determinar a eficiência de corte. Os blocos de dentina foram avaliados em um perfilômetro, para determinação da profundidade máxima de corte dos sulcos gerados e metade deles também foi investigada em microtomografia computadorizada, para verificação do volume de dentina extraída. Os dados foram analisados estatisticamente, com nível de significância de 5%. Novamente, HY e PF foram os instrumentos mais e menos eficientes (P<0.05). O aumento da velocidade proporcionou aumento significativo da profundidade de corte (BR, HY e PT) e do volume de dentina extraída (HY e PF). Os instrumentos BR e PT perderam a eficiência de corte após uso repetido (profundidade de corte e volume), assim como o HY (volume).Foi detectada correlação positiva entre os resultados do perfilômetro e microtomógrafo. Por fim, parte dos instrumentos foi examinada em microscopia eletrônica de varredura (MEV), quanto à presença de defeitos de superfície. A maioria deles apresentou bordos de corte arredondados após o uso, porém não foi observada deformação relevante ou fratura. Pode-se concluir que a estereomicroscopia apresentou resultados semelhantes aos métodos consagrados (perfilometria e microtomografia), mostrando a superioridade do instrumento HY. Os aumentos da velocidade e do número de usos influenciaram positiva e negativamente, respectivamente, a eficiência de corte dos instrumentos de níquel-titânio para alargamento cervical.
This study aimed to: evaluate, using different methods and substrates, the cutting efficiency of nickel-titanium rotary instruments for coronal flaring; investigate the influence of rotational speed and number of uses on the cutting efficiency of such instruments; observe the presence of surface defects. First, bovine dentin blocks (n=20) and acrylic blocks (n=20) were made, as substrate for evaluating the performance of the following instruments: BR0 BioRaCe (BR), HyFlex CM 1 (HY), ProFile OS #2 (PF) and ProTaper Sx (PT). Each instrument worked sideward for 60 seconds, mounted on a testing platform. The instruments were used at two rotational speeds (250 and 500 rpm) up to 5 times. On the first stage, those blocks were observed under a stereomicroscope and the notches created by the instruments were measured. Area and length were used as parameters to assess cutting efficiency. Data were statistically analyzed with significance level set at 5%. HY and PF were the most and least efficient instruments (P<0.05), respectively. Against acrylic, with greater speed, significant increase in area and length was observed for all instruments. Against dentin, there was significant increase in area for HY and PT and in length for BR, HY and PT. Regarding the number of uses, there was no cutting efficiency loss against acrylic. On dentin, however, PF and PT instruments were significantly less efficient after the fourth and fifth use (shorter length). Strong correlation was found between the results on acrylic and dentin for all brands. On the second stage, two new parameters were used to assess cutting efficiency. Dentin blocks were evaluated under a profilometer to determine the maximum cutting depth of the notches. Half of them were also investigated by microcomputed tomography (micro-CT) to check the volume of extracted dentin. Data were statistically analyzed with significance level set at 5%. Again, HY and PF were the most and least efficient instruments (P<0.05). Speed increase significantly improved maximum cutting depth (BR, HY and PT) and volume of extracted dentin (HY and PF). BR and PT instruments lost their cutting efficiency after repeated use (depth and volume) as well as HY (volume).Positive correlation coefficients were found between profilometry and micro-CT results. Finally, instruments were examined under scanning electron microscopy (SEM) for the presence of surface defects. Most instruments had blunt cutting edges after use, but there was no relevant deformation or fracture. In conclusion, stereomicroscopy showed similar results to wellrecognized methods (profilometry and micro-CT), evidencing HY superiority. Rotational speed and number of uses had a positive and negative influence, respectively, on the cutting efficiency of nickel-titanium coronal flaring instruments.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1068
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
444223.pdfTexto Completo6,91 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.