Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/10781
Type: masterThesis
Title: A formação do professor que ensina matemática nos anos iniciais: uma análise dos conhecimentos legitimados pelo MEC e sua operacionalização na prática
Author(s): Matos, Diego de Vargas
Advisor: Lara, Isabel Cristina Machado de
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática
Issue Date: 2017
Keywords: MATEMÁTICA - ENSINO
PROFESSORES - ATUAÇÃO PROFISSIONAL
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO
Abstract: Este estudo tem como objetivo analisar os conhecimentos do professor que ensina Matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental legitimados pelos dispositivos de avaliação elaborados pelo MEC e o modo como se operacionalizam na prática. Os participantes de pesquisa foram dez professores que ensinam Matemática nos anos iniciais e que possuem formação, em nível superior, em cursos de Pedagogia, selecionados aleatoriamente em escolas públicas da cidade de Porto Alegre do Estado do Rio Grande do Sul – RS. Como instrumentos de coleta de dados foram utilizados um questionário respondido pelos professores e documentos, em particular: Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de Licenciatura em Pedagogia; Diretrizes e questões do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) dos cursos de Pedagogia; Matriz de Referência e questões de Matemática da Prova Brasil do 5º ano. As respostas dadas pelos professores foram analisadas qualitativamente por meio do método de Análise Textual Discursiva, relacionando-as às diretrizes, aos descritores e às questões dos exames. Os aportes teóricos que serviram como base para esta pesquisa foram autores como Tardif (2002), Shulman (1986; 2014), Perrenoud (1999a; 1999b; 2000), Freire (1996), Saviani (2009), Fiorentini (1995), Nacarato, Mengali e Passos (2011), entre outros. Para fundamentar a análise foram utilizados, principalmente, os resultados dos estudos de Shulman (1986) acerca da categorização dos conhecimentos docentes. A análise dos dados partiu de três categorias a priori, sejam elas: conhecimento do conteúdo; conhecimento pedagógico do conteúdo; conhecimento curricular. A partir dessas categorias foi possível delinear a análise dos dados coletados, emergindo, assim, subcategorias.É possível afirmar que os conhecimentos do professor que ensina Matemática nos anos iniciais legitimados pelos dispositivos de avaliação elaborados pelo MEC são, de fato, conhecimentos de conteúdo, conhecimentos pedagógicos de conteúdo e conhecimentos curriculares, sendo os dois últimos mais evidenciados durante a análise. Além disso, conclui que a maioria dos professores participantes da pesquisa operacionaliza sua prática com mais ênfase e preocupação nos conhecimentos de conteúdo, afirmando modificar, durante a prática docente, seus conhecimentos pedagógicos e conhecimentos curriculares adquiridos em curso de Pedagogia.
This study aims to analyze the knowledge of the teacher who teaches Mathematics in the initial years of Elementary Education legitimized by the evaluation devices elaborated by the MEC and how they are operationalized in practice. The research participants were ten teachers who taught Mathematics in the initial years and who have training, in higher level, in Pedagogy courses, randomly selected in public schools of the city of Porto Alegre of the State of Rio Grande do Sul - RS. As data collection instruments, a questionnaire answered by the teachers and documents was used, in particular: National Curricular Guidelines of the Degree courses in Pedagogy; Guidelines and questions of the National Examination of Student Performance (ENADE) of Pedagogy courses; Matrix of Reference and Mathematics questions of the Brazil Test of the 5th year. The answers given by the teachers were analyzed qualitatively through the Discursive Textual Analysis method, relating them to the guidelines, descriptors and exam questions. The theoretical contributions that served as basis for this research were authors as Tardif (2002), Shulman (1986; 2014), Perrenoud (1999a; 1999b; 2000), Freire (1996), Saviani (2009), Fiorentini (1995), Nacarato, Mengali e Passos (2011), among others. The analysis was mainly based on the results of Shulman's (1986) studies on the categorization of teacher knowledge. The analysis of the data came from three categories a priori, be they: knowledge of the content; Pedagogical knowledge of content; curricular knowledge. From these categories it was possible to delineate the analysis of the collected data, emerging, thus, subcategories.It is possible to affirm that the knowledge of the teacher who teaches Mathematics in the initial years legitimized by the evaluation devices elaborated by the MEC is, in fact, knowledge of content, pedagogical knowledge of content and curricular knowledge, being the last two more evidenced during the analysis. In addition, it concludes that the majority of the participating teachers of the research operationalize their practice with more emphasis and concern in the knowledge of content, affirming to modify, during their teaching practice, their pedagogical knowledge and curricular knowledge acquired in the course of Pedagogy.
URI: http://hdl.handle.net/10923/10781
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000485074-Texo+Completo-0.pdf1,61 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.