Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/10852
Tipo: masterThesis
Título: Estudo dos pontos anatômicos de referência para osteotomia sagital do ramo mandibular com tomografia computadorizada de feixe cônico e software Dolphin*
Autor(es): Casagrande, Liliane Cristina Onofre
Orientador: Rockenbach, Maria Ivete Bolzan
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Data de Publicação: 2017
Palavras-chave: OSTEOTOMIA
CIRURGIA BUCOMAXILOFACIAL
TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DE FEIXE CÔNICO
PROGNATISMO MANDIBULAR - CIRURGIA
RETROGNATISMO
ODONTOLOGIA
Resumo: A osteotomia sagital do ramo mandibular é amplamente utilizada para a correção cirúrgica das deformidades dentais e esqueléticas. O desenvolvimento histórico da técnica iniciou com Hugo Obwegeser, em 1957. As incansáveis propostas de alteração da técnica de osteotomia sagital do ramo mandibular se originaram com a intenção de administrar e minimizar as várias complicações trans e pós-cirúrgicas encontradas durante a realização desse procedimento. Por se tratar de uma técnica usualmente utilizada em pacientes jovens e saudáveis, as taxas de complicações devem ser controladas e os possíveis fatores de confusão devem ser detectados e corrigidos. O presente estudo teve como objetivo identificar pontos anatômicos mandibulares, utilizando tomografias computadorizadas de feixe cônico (TCFC), e analisar sua relação com áreas e estruturas importantes para o planejamento cirúrgico, em exames de pacientes portadores de oclusão dentária classe I, II ou III utilizando o software Dolphin®. Foram avaliadas as imagens tomográficas de 27 pacientes distribuídos entre os três grupos. Foram encontradas diferenças estatisticamente significantes entre as três deformidades avaliadas entre os sexo feminino e masculino. Entretanto, o canal mandibular esteve mais afastado da placa cortical vestibular nos pontos entre a raiz distal do primeiro molar e a raiz distal do segundo molar, e mais próximo da placa lingual na região entre 1M e 2M, nas três classes.
The sagittal split ramus osteotomy is widely used for the surgical correction of den-tofacial deformities. The techniques historical development began with Hugo Obwer-geser in 1957. The relentless proposals for alterations of the sagittal split ramus oste-otomy technique originated with the intention of administering and minimizing the var-ious trans and pos-operative complications that happened during the performance of this procedure. As this is a technique usually employed with young healthy patients, the rates of complications must be controlled and the possible factors of confusion must be detected and corrected. The present study had the purpose of identifying mandibular anatomical points, using cone beam computed tomography, and ana-lise their relation with areas and structures that are important for surgical planing, in the exams of patients with retrognathism, prognathism and with a balanced maxillo-mandibular pattern using Dolphin® software. 27 tomographic patient images were dis-tributed into the three groups and were evaluated. Significant statisti-cal diferences were found between the three evaluated deformities and between men and women. However, the mandibular canal had a greater distance to the vestibular cortical plate in the points between the distal root of the first molar and de distal root of the second molar, and was closer to the lingual plate in the region between 1M and 2M, in all three classes.
URI: http://hdl.handle.net/10923/10852
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000484932-Texto+Parcial-0.pdfTexto Parcial251,53 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.