Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/11100
Type: doctoralThesis
Title: A integralidade e o trabalho do assistente social: limites e possibilidades na estratégia saúde da família
Author(s): Hoffmann, Edla
Advisor: Couto, Berenice Rojas
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social
Issue Date: 2011
Keywords: SERVIÇO SOCIAL
ASSISTENTES SOCIAIS - ATUAÇÃO PROFISSIONAL
SAÚDE DA FAMÍLIA
ATENÇÃO À SAÚDE
Abstract: A integralidade e o trabalho do assistente social na Estratégia Saúde da Família é a questão central da presente tese, que teve como objetivo analisar de que forma o trabalho do assistente social pode contribuir para a garantia da integralidade em saúde a fim de dar visibilidade à importância da inserção deste profissional nas equipes básicas da ESF. Desta forma, realizou-se uma pesquisa qualitativa, caracterizada como um estudo de caso, orientado pelo método dialético-crítico. Buscou-se desvendar as contradições entre o que está previsto no SUS e como se materializa nas ESFs, com vista a apontar as contribuições profissionais do assistente social para essa estratégia, sua equipe básica e seus usuários. Os sujeitos de pesquisa foram assistentes sociais que participam da ESF, coordenadores, equipes e usuários da ESF, da 6ª Coordenadoria de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul. Para tanto, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas, que tiveram como instrumento os formulários com questões abertas e fechadas; outra técnica utilizada foi o grupo focal, norteado por um roteiro. O material foi analisado a partir da técnica de "análise de conteúdo" de Bardin. Os resultados dessa análise evidenciam que o trabalho do assistente social no espaço sócio ocupacional das ESF é permeado pelas relações contraditórias entre os projetos que disputam na área da saúde: o projeto da Reforma Sanitária e o projeto privatista, resultantes dos projetos políticos em disputa na sociedade brasileira. A partir da realização deste estudo a tese que se apresenta é condição para materializar a integralidade, considerar todo o sistema de proteção social, nele o SUS e seus respectivos princípios e diretrizes.Nesta perspectiva, o assistente social pode contribuir significativamente, quando for elemento constitutivo da equipe básica, na articulação das diferentes políticas sociais, na apreensão da realidade social dos usuários, partindo do conceito ampliado de saúde e no deciframento das expressões da questão social.
The integrality and the work of the social worker in the Family Health Strategy is the core theme of this doctoral dissertation, whose objective is to examine how the work of the social worker can contribute to ensure the full health, in order to give visibility to the importance of including this professional in the basic FHS teams. Thus, a qualitative research was conducted, consisting of a case study, in which the critical-dialectical method was applied. The contradictions between what is predicted in the HUS (Health Unique System) and the way it materializes in the FHSs are examined, in order to point out the social workers‘ professional contributions to this strategy, their basic teams and their users. The research subjects were social workers that participate in the FHS, coordinators, team members and users of the FHS, in the 6th Health Coordinating of the State of Rio Grande do Sul. In order to do that, semi-structured interviews were conducted, whose instrument comprised open and closed questions; it was also applied the focus group technique, which was guided by a script. The data was analyzed through Bardin‘s "content analysis" technique. The results of this analysis show that the work of social workers in the occupational social space of the FHSs is permeated by the contradictory relations between projects that compete in the health field: the project of the Health Reform and the private project, resulting from the political projects in dispute in the Brazilian society . From this study, the thesis presented is the condition to materialize the integrality, considering the whole system of social protection, in which the HUS and their respective principles and guidelines.In this perspective, the social worker can contribute significantly, when he/she is part of the basic team in the articulation of different social policies, in the apprehension of the social reality of the users, considering the broad concept of health and the deciphering of the social question expressions.
URI: http://hdl.handle.net/10923/11100
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000488086-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,28 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.