Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/11791
Registro completo de metadatos
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorCouto, Berenice Rojas
dc.contributor.authorChampe, Daniela da Silva
dc.date.accessioned2018-06-22T12:05:11Z-
dc.date.available2018-06-22T12:05:11Z-
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10923/11791-
dc.description.abstractA presente pesquisa foi desenvolvida junto ao mestrado acadêmico do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Escola de Humanidades da PUCRS. O objeto de estudo é o trabalho profissional de Assistentes Sociais, e o campo de investigação é a Política Pública de Assistência Social executada no município de Gravataí/RS. Esta política que compõe a Seguridade Social brasileira e visa à proteção social, vigilância socioassistencial e defesa de direitos, tem a potencialidade de alargar os caminhos que rumam ao protagonismo da população usuária enquanto sujeitos políticos e o trabalho profissional de Assistentes Sociais pode contribuir para este processo. Neste sentido, o eixo de discussão é a direção social da profissão, enquanto norte para a categoria profissional, bem como a materialização do trabalho profissional realizado dentre múltiplas determinações. Neste âmbito, as conformações da sociedade capitalista, das políticas sociais, em especial da Assistência Social, do Serviço Social enquanto profissão, e da atual conjuntura brasileira, são aspectos debatidos neste estudo. Esta pesquisa utiliza o método materialista, dialético e histórico, e é de enfoque misto. Foram articulados dados empíricos, dados teóricos levantados por meio de pesquisa documental e dados secundários próprios do município. O estudo tem como problema de pesquisa o questionamento: Qual a direção social que materializa o trabalho profissional de assistentes sociais na política de Assistência Social? Participaram da pesquisa 23 assistentes sociais, trabalhadoras da Política de Assistência Social de Gravataí.Os dados da pesquisa analisados demonstram uma forte incidência das normas regulatórias da Política de Assistência Social no trabalho que é realizado pelas Assistentes Sociais. Tal apropriação dos saberes do SUAS é relevante e qualifica o trabalho, porém, se apreendeu rara materialidade ao Projeto Ético Político do Serviço Social. Assim, o trabalho profissional apreendido nos dados tangencia ora na direção da reprodução do tecnicismo, conservadorismo, da individualização; e ora na direção social da Profissão, da afirmação de direitos sociais, da ampliação e qualificação da política.pt_BR
dc.description.abstracten_US
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.rightsopenAccessen_US
dc.subjectASSISTENTES SOCIAIS - ATUAÇÃO PROFISSIONALpt_BR
dc.subjectASSISTÊNCIA SOCIALpt_BR
dc.subjectSERVIÇO SOCIALpt_BR
dc.titleA direção social do trabalho profissional de assistentes sociais no âmbito da política de assistência socialpt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.degree.grantorPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentEscola de Humanidadespt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Serviço Socialpt_BR
dc.degree.levelMestradopt_BR
dc.degree.date2018pt_BR
dc.publisher.placePorto Alegrept_BR
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000489074-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,83 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.