Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/1206
Tipo: masterThesis
Título: Contribuição do modelo COBIT na governança corporativa e na governança de tecnologia da informação: desafios, problemas e benefícios de especialistas e CIO’s
Autor(es): Giampaoli, Ricardo Zoldan
Orientador: Testa, Mauricio Gregianin
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Administração e Negócios
Fecha de Publicación: 2010
Palabras clave: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
ADMINISTRAÇÃO - ESTRATÉGIAS
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
GOVERNANÇA CORPORATIVA
CULTURA ORGANIZACIONAL
COMPETITIVIDADE
Resumen: Organizations have significant investments in the adoption of models, with the objective of achieving IT governance, improving its performance before other organizations adhering to existing regulations and supporting its corporate governance. In today's organizations strongly influences enterprises to seek solutions that increase their competitiveness, but often, companies invest a lot and have little return due to the difficulty of implementing new practices suggested by market frameworks. These uncertainties, together with the large number of variables involved in adopting a model of good practice, make it difficult for managers to keep the focus on the most basic points. The objective of this study is to identify the perceived impacts of the COBIT IT Governance and Corporate Governance. It also intends to investigate what are the challenges and problems in the adoption of the proposed model (model more closely related to IT governance), and the benefits it brings to the organization. For this, there were seven in-depth interviews with three experts on the subject in Brazil and four with CIO's who have succeeded in adopting the model. The research results indicated the existence of six challenges and problems associated with adoption of COBIT, is the prevailing Culture, the Maturity that the company is in need of Tropicalization model, Interpretation and Classification of the same as the perpetuation of practices adopted by Time. We also mapped the benefits that the model brings to IT Governance and consecutively for Corporate Governance, the main being the Strategic Alignment, Value Delivery of IT services, Management Resources, Risk Management and Performance Measurement. These benefits are leading their own IT Governance, and they impact directly or indirectly in Corporate Governance by bringing greater Protection of Shareholders, due to the increased Equity by improving Transparency, Adherence to Standards and increase Control of the organization.
As organizações têm realizado investimentos significativos na adoção de modelos, com o objetivo de alcançar a Governança de TI, aumentando, assim, sua performance perante as outras organizações, aderindo às regulamentações existentes e apoiando sua Governança Corporativa. O atual cenário das organizações influencia fortemente as empresas a buscarem soluções que aumentem sua competitividade, porém, muitas vezes, as empresas investem muito e tem pouco retorno, devido à dificuldade de implementação de novas práticas sugeridas pelos frameworks de mercado. Estas incertezas, juntamente com o grande número de variáveis envolvidas na adoção de um modelo de boas práticas dificultam para os gestores, que se mantenha o foco nos pontos mais essenciais. Assim, o objetivo deste trabalho é identificar as contribuições do modelo COBIT na Governança Corporativa e na Governança de Tecnologia da Informação: Desafios, Problemas e Benefícios na Percepção de Especialistas e CIO‟s. Procura-se ainda investigar quais são os desafios e problemas na adoção do modelo proposto (modelo mais associado à Governança de TI), além dos benefícios que o mesmo traz para a organização. Para isso, foram realizadas sete entrevistas, sendo três, com especialistas do assunto no Brasil, e quatro, com CIO‟s que utilizam o modelo. Os resultados da pesquisa apontaram a existência de seis desafios e problemas ligados à adoção do COBIT, sendo eles: a Cultura, a Maturidade, na qual a empresa se encontra, a Tropicalização necessária do modelo, a Interpretação e a Qualificação do mesmo, assim como a perpetuação das práticas adotadas pelo Tempo. Foram mapeados, também, os benefícios que o modelo traz para as cinco áreas foco da Governança de TI: o Alinhamento Estratégico, a Entrega de Valor nos serviços da TI, a Gestão de Recursos, a Gestão dos Riscos e a Mensuração da Performance; e os benefícios diretos e indiretos do COBIT para os cinco princípios básicos da Governança Corporativa: Proteção dos Acionistas, Equidade, Transparência, Normas e Controle.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1206
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000424153-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,58 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.