Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/1270
Tipo: masterThesis
Título: Avaliação da sensibilidade linfocitária aos glicocorticóides e marcadores inflamatórios em crianças com asma
Autor(es): Müller, Guilherme Cerutti
Orientador: Bauer, Moisés Evandro
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular
Data de Publicação: 2009
Palavras-chave: BIOLOGIA CELULAR
BIOLOGIA MOLECULAR
BIOMEDICINA
ASMA
CRIANÇAS - DOENÇAS RESPIRATÓRIAS
Resumo: Rationale: Asthma is a chronic inflammatory disease and glucocorticoids (GCs) are a very effective therapy. A subset of adult patients with severe asthma are resistant to GCs, but there is no data on sensitivity to GCs in children with this illness. Objectives: The aim of the present study is to analyze peripheral blood mononuclear cell (PBMC) sensitivity to GCs as well as inflammatory markers in children with persistent asthma plasma. Methods: patients with persistent asthma (n=57) were divided into three groups (severe, moderate and mild), and compared with healthy children (n=18). PBMCs were isolated and cultured in vitro to assess mitogen-induced proliferation as well as cellular sensitivity to dexamethasone. Plasma chemokines (CCL2, CCL3, CCL5, CCL11, CCL22, CCL24, CXCL9, CXCL10 and IL- 8), soluble TNF receptors and brain derived neurotrophic factor (BDNF) were assessed by ELISAs. Main Results: Patients with mild asthma showed significantly less stimulated T-cell proliferation and a relative insensitivity to dexamethasone. The asthmatic patients had mostly unchanged chemokine levels when compared with controls and IL-8 was negatively associated to pulmonary function. Moderate and severe asthma patients had higher BDNF levels (p < 0. 01), being the best asthma severity marker in this study. Conclusions: Children with severe asthma are not resistant to GCs in vitro. Plasma BDNF is a potential marker of disease progression in childhood asthma. Our findings suggest that the resistance to GCs in adults with severe asthma could be an acquired process.
Introdução: A asma é uma doença inflamatória crônica e os glicocorticóides (GCs) são a terapia mais efetiva para o controle da doença. Um subgrupo de paciente com asma severa é resistente aos GCs, mas não há dados a respeito da sensibilidade aos GCs em crianças com essa doença. Objetivos: A intenção deste estudo é analisar a sensibilidade das células mononucleares do sangue periférico (PBMC) aos GCs além de marcadores inflamatórios no plasma de crianças com asma persistente. Métodos: Os pacientes com asma persistente (n=57) foram divididos em três grupos (severa, moderada e leve), e comparados com crianças saudáveis (n=18). PBMCs foram isoladas e postas em cultura in vitro para testar a proliferação induzida por mitógeno assim como a sensibilidade celular à dexametasona. Quimiocinas do plasma (CCL2, CCL3, CCL5, CCL11, CCL22, CCL24, CXCL9, CXCL10 e IL-8), receptores solúveis de TNF e fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF) foram analisados com ELISA. Principais Resultados: Pacientes com asma leve apresentaram uma relativa resistência à dexametasona. Pacientes com asma moderada e severa mostraram ter níveis de BDNF mais elevados (p < 0. 01) quando comparados com os pacientes com asma leve e controles, sendo o melhor marcador de severidade neste estudo. Conclusões: PBMCs derivadas de crianças com asma severa não são resistentes aos GCs in vitro. BDNF Plasmática é um potencial marcador da progressão da doença em crianças asmáticas. Nossos achados sugerem que a resistência aos GCs em adultos com asma severa possa ser um processo adquirido.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1270
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000411286-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo536,29 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.