Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/12703
Type: masterThesis
Title: Desastres e a política de saúde: responsabilidades e possibilidades de intervenção
Author(s): Marques, Nadianna Rosa
Advisor: Bellini, Maria Isabel Barros
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social
Issue Date: 2018
Keywords: POLÍTICA DE SAÚDE
DESASTRES
POLÍTICAS PÚBLICAS
SERVIÇO SOCIAL
Abstract: A presente dissertação faz uma análise das ações da Política de Saúde frente a situação do desastre ocorrido na Boate Kiss, tendo como proposito investigar e analisar o que são desastres, suas causas, determinantes e estudar as suas experiências acumuladas ao longo da história, com o foco em Desastre Humano, utilizando como objeto de análise a Política de Saúde e suas respostas frente a essa situação especifica. A pesquisa trata-se de um estudo de caso sendo uma pesquisa do tipo qualitativa com a sua metodologia apoiada no método dialético crítico e foi realizada através de entrevistas semi-estruturada, grupo focal, análise documental e revisão bibliográfica. Compreende-se que as situações de desastres exigem das políticas públicas a capacidade de ação/prontidão, resolutividade frente as emergências e atendimento das necessidades da população acometida. Essa pesquisa vem subsidiar as políticas públicas, em especial Política de Saúde considerando que os desastres são episódios cada vez mais recorrentes em nossa sociedade, e geram profundas sequelas sociais que marcam a vida humana em seu cotidiano.Os resultados desta pesquisa revelam que o gerenciamento de um desastre humano, ainda é um desafio para a política de saúde, pois as dificuldades enfrentadas estão relacionadas com a ausência de interface com as demais políticas públicas, dificuldades na prevenção e com a análise do risco, desta forma aponta-se como alternativa incorporar estratégias de intervenção/ação em planos de saúde, implementação de programas de prevenção e capacitação, adotando estratégias e protocolos a toda a rede de atendimendimento envolvida. Ainda ressalta-se a importância de ampliar as definições teóricas a fim de superar as divergências dos conceitos adotados entre o campo teórico e operacional, e buscar uma revisão da legislação nacional na busca de ampliar e contemplar as necessidades dos diferentes tipos de desastres.
URI: http://hdl.handle.net/10923/12703
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000489604-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,86 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.