Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/12733
Tipo: masterThesis
Título: Afetividade na educação em ciências: da percepção de estudantes ao discurso docente
Autor(es): Hahn, Tamiris de Oliveira
Orientador: Ferraro, José Luis Schifino
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática
Fecha de Publicación: 2018
Palabras clave: AFETIVIDADE
CIÊNCIAS - ENSINO
PROFESSORES E ALUNOS
EDUCAÇÃO
Resumen: Partindo do pressuposto de educação monista – articulação de elementos cognitivos e afetivos nos processos de ensino e aprendizagem – esta dissertação de mestrado objetivou analisar as concepções e/ou referências sobre afetividade, presentes nos discursos de professores das disciplinas da área de Ciências da Natureza, e seus possíveis reflexos em sua prática docente no Ensino Médio, bem como essa relação é percebida por seus estudantes. Sob este viés, a presente pesquisa de natureza qualitativa e do tipo estudo de caso utilizou como instrumentos de coleta de dados: questionários; entrevistas semiestruturadas direcionada a professores e estudantes; além de observação de aulas de Física, Química e Biologia. O corpus selecionado para análise foi examinado à luz da Análise Textual Discursiva (MORAES; GALIAZZI, 2011). Em assim sendo, a unitarização e categorização dos dados obtidos por meio das entrevistas e observações em sala de aula resultou em uma série de categorias emergentes que apontam que tanto professores quanto estudantes reconhecem a importância dos laços afetivos nos processos de ensino e aprendizagem em vistas a qualificar as relações pedagógicas e, por consequência, os resultados escolares dos educandos. Neste estudo ainda foi constatado que o vínculo afetivo pode apresentar-se sob duas ordens: ensino e aprendizagem e/ou; diálogo e convivência social. Condicionada, então, ao comprometimento docente e discente com os processos pedagógicos e a uma educação mais humana e sensível que contemple as dimensões social, afetiva e cognitiva do sujeito, esta investigação propõe uma reinvenção nas formas de se ensinar e aprender de modo que se construa uma educação para a cidadania e não apenas um simples repasse de informação.Portanto, a partir dos resultados encontrados, entende-se que o estudo da afetividade e sua respectiva aplicabilidade em sala de aula parecem influenciar positivamente o desenvolvimento da autonomia e do senso crítico-reflexivo do estudante.
Starting from the assumption of the monistic education - articulation of cognitive and affective elements in the teaching and learning processes - this dissertation had as an aim to analyze the conceptions and / or the references about affectivity, present in the teachers‟ speeches from the area of Natural Sciences disciplines, and their possible reflections on their teaching practice in High School, as well as the way this relation is seen by the students. Under this perspective, the present research of qualitative nature and case-study type used as instruments of data collection: questionnaires; semi-structured interviews aimed at teachers and students; and, besides that, the observation of classes in Physics, Chemistry and Biology. The corpus selected for the analysis was examined under the light of Discursive Textual Analysis (MORAES; GALIAZZI, 2011). Thus, the individualization and categorization of the data obtained through the interviews and the observations in classroom resulted in a series of emerging categories that indicate both teachers and students recognize the importance of affective ties in the teaching and learning processes in order to qualify the pedagogical relations and, consequently, the academic results of the students. In this study, it was observed that the affective bond can be presented beneath two orders: teaching and learning and / or dialogue and social coexistence.Restricted to the commitment of teachers and students to pedagogical processes and to a more humane and sensitive education that contemplates the social, affective and cognitive dimensions of the subject, this research proposes a reinvention in the ways of teaching and learning, in order to construct an education for citizenship and not just a simple information exchange. Therefore, from the results found, it is understood that the study of affectivity and its respective applicability in the classroom seem to positively influence the development of autonomy and critical-reflexive sense of the student.
URI: http://hdl.handle.net/10923/12733
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000489714-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,49 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.