Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/13864
Tipo: doctoralThesis
Título: Por uma crítica filosófica da idolatria em articulação com a teologia e a economia: um diálogo interdisciplinar
Autor(es): Tauchen, Jair Inácio
Orientador: Souza, Ricardo Timm de
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Data de Publicação: 2018
Palavras-chave: FILOSOFIA BRASILEIRA
FILOSOFIA TCHECA
ÍDOLOS
DINHEIRO
TEOLOGIA
ECONOMIA
Resumo: O presente trabalho pretende explorar e aprofundar criticamente a questão da “idolatria” em um viés marcadamente filosófico, porém contando igualmente com elementos de análise a partir da teologia bíblica e da economia contemporâneas, que fornecerão elementos reflexivos e aportes conceituais para que se compreenda em que sentido a idolatria tout court se apresenta sempre como uma expressão de divindade que oprime e exige sacrifício humano e da vida em geral. No que tange à teologia bíblica, o propósito é identificar, na idolatria, uma estrutura que denuncia deuses que legitimam a opressão, apoiam poderes dominadores e interferem negativamente na comunidade humana. No que diz respeito à investigação do sentido econômico da idolatria, os ídolos são reconhecidos no mercado, no dinheiro, no capital, criações humanas que se tornam insaciáveis, ligados à exploração e à injustiça social. Na abordagem específica da filosofia flusseriana, a proposta é demonstrar que a “nova magia” do mundo contemporâneo é a ritualização complexa de programas, com a clara intenção de programar a sociedade em vista de um comportamento idolátrico programado.
This work aims to explore and to discuss critically the question of “idolatry” from a proper philosophical point of view. I will also take into account contributions from contemporary theology and economics, which will offer elements for reflection and conceptual tools in order to understand the sense in which idolatry tout court shows itself as the expression of an oppressing divinity which demands the sacrifice of the human life and of life in general. As far as the economical sense is concerned, I will identify money, market, and capital with idols, defined as human creations that become insatiable and bring about exploitation and social injustice. My proposal is to use the specific approach of Flusser’s philosophy in order to argue that the “new magic” of the contemporary world is the complex ritualization of programs designed to build society according to the patterns of an idolatrous behavior.
URI: http://hdl.handle.net/10923/13864
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000492183-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,06 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.