Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/14007
Tipo: masterThesis
Título: O conhecimento de neurociência cognitiva e a valorização por professores de cursos de licenciatura da área de ciências da natureza
Autor(es): Santos, Martha Rheingantz dos
Orientador: Ramos, Maurivan Güntzel
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática
Fecha de Publicación: 2018
Palabras clave: PROFESSORES - FORMAÇÃO PROFISSIONAL
CIÊNCIAS - ENSINO
NEUROCOGNIÇÃO
NEUROCIÊNCIA
Resumen: Este trabalho apresenta os resultados da pesquisa realizada sobre o estudo da Neurociência Cognitiva na formação de professores da área das Ciências da Natureza. O problema central da investigação está expresso na pergunta: De que modo docentes dos cursos de licenciatura da área de Ciências da Natureza (Ciências Biológicas, Física, Química) da Região Metropolitana de Porto Alegre valorizam os conhecimentos da área de Neurociência Cognitiva na formação de professores? Para propor respostas a essa questão, foram convidados a participar da pesquisa professores formadores, ministrantes de disciplinas específicas da licenciatura dos cursos de Ciências Biológicas, Física e Química, de quatro universidades da Região Metropolitana de Porto Alegre. A pesquisa teve uma abordagem qualitativa e o tipo de pesquisa foi o estudo de caso, em que a coleta de dados foi realizada por meio de questionários, entrevistas semiestruturadas, diário de pesquisa e ficha de registro de informações obtidas da estrutura curricular dos cursos e ementas e conteúdos programáticos de disciplinas.A partir da Análise Textual Discursiva – ATD, método escolhido para a análise dos resultados, emergiram quatro categorias de análise. Os resultados da pesquisa apontam que os conhecimentos sobre Neurociência Cognitiva não são bem valorizados na formação de professores, de modo que apesar de que os participantes julguem que esses conhecimentos por professores sejam importantes e exerçam influência no processo de aprendizagem dos estudantes, eles não estão explicitamente inseridos em suas aulas nos cursos de licenciatura. Todavia, há evidências de que há algum estudo de neurociência de maneira mais implícita como a abordagem de questões sobre memória, atenção, emoção e motivação, que são conceitos relacionados ao sistema nervoso e à cognição. Também, evidenciou-se a falta de formação e de conhecimento sobre o funcionamento do cérebro e neurociência pela maioria dos professores entrevistados.
This paper presents the results of the research conducted on the study of cognitive neuroscience in teacher training in the area of Natural Sciences. The central problem of research is expressed in the question: How do teachers of undergraduate courses in the area of Natural Sciences (Biology, Physics, Chemistry) of the Metropolitan Region of Porto Alegre value the knowledge in the area of Cognitive Neuroscience in teacher training? To propose answers to that question, some teachers of specific disciplines of degree courses in Biology, Physics and Chemistry of four universities in the metropolitan region of Porto Alegre were invited to participate in the research. The research had a qualitative approach and the type of research was the case study, in which the data were collected through questionnaires, semi-structured interviews, daily research and information record sheet obtained from the curricular structure of the courses and contents of disciplines. From the Discursive Textual Analysis - ATD, chosen method for the analysis of the results, emerged four categories of analysis. The research results indicate that knowledge about cognitive neuroscience is not well appreciated in teacher training, so that although the participants consider that that knowledge for teachers are important and exercising influence on the students' learning process, they are not explicitly inserted in their classes in undergraduate courses. However, there is evidence that there is some more implicit neuroscience study as the approach to questions about memory, attention, emotion and motivation, which are concepts related to the nervous system and cognition. Also, the lack of training and knowledge about brain functioning and neuroscience was evidenced by the majority of teachers interviewed.
URI: http://hdl.handle.net/10923/14007
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000492753-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo768,62 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.