Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/14925
Tipo: masterThesis
Título: Acolhida social coletiva: garantia de proteção social no CRAS
Autor(es): Velho, Aoldete Jussara Zinn
Orientador: Couto, Berenice Rojas
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social
Fecha de Publicación: 2018
Palabras clave: ASSISTÊNCIA SOCIAL - BRASIL
CENTROS DE REFERÊNCIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL
SERVIÇO SOCIAL
Resumen: O tema desse estudo foi a acolhida social coletiva desenvolvida no CRAS, como garantia de proteção social. Os campos de investigação foram os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), no município de Porto Alegre. O objetivo em pesquisar a acolhida social coletiva como asseguradora de garantias de proteção social no CRAS, tem um relevante papel social, disposto a contribuir com subsídios para qualificar a política de Assistência Social, na Proteção Social Básica, abrindo possibilidades para reflexão, avaliação, avanços ou adaptações no seu desenvolvimento. Essa pesquisa utiliza o método dialético-crítico, que tem como principais categorias historicidade, contradição, totalidade e mediação, que estão interligadas, conectadas entre si. Considerando o objeto deste estudo, foram elencadas como categorias explicativas da realidade: proteção social, segurança social, acolhida coletiva e processos sociais. Na análise dos conteúdos, surgiram como categorias empíricas, como acesso e metodologia. Na perspectiva da dialética, a opção foi por pesquisa do tipo mista. Os dados quantitativos sistematizados na pesquisa, dizem respeito à rede socioassistencial da FASC.Porém, maior ênfase foi dedicada aos dados qualitativos, captados a partir da pesquisa empírica, por entrevistas com trabalhadores, com usuários e por observações em acolhidas coletivas. Quanto a técnicas e procedimentos para a operacionalização de dados, se deu: pela análise documental do arcabouço jurídico e técnico da Política de Assistência Social brasileira, identificando como ela contempla o modo de realização e as possibilidades para os sujeitos atendidos a partir da acolhida social; por entrevista com assistentes sociais do PAIF e com usuários que participaram de acolhida coletiva; e por observação de acolhidas coletivas. Posteriormente, os dados foram transcritos e analisados, fazendo a mediação entre o conteúdo descrito, a teoria e a análise documental. Para a realização da pesquisa houve a construção de um importante aporte teórico relacionado às categorias pesquisadas. Dentre os elementos que emergiram do estudo, ressalta-se as anotações que fazem com que a acolhida coletiva seja uma estratégia fundamental para o asseguramento de que o CRAS represente a materialidade da proteção social da política de Assistência Social.
URI: http://hdl.handle.net/10923/14925
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000494319-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo946,5 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.