Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/15013
Tipo: masterThesis
Título: A convergência no radiojornalismo: uma análise das transmissões da rádio Jovem Pan de São Paulo através do facebook
Autor(es): Bertoncello, Marcos Notari
Orientador: Pase, André Fagundes
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Fecha de Publicación: 2019
Palabras clave: RADIOJORNALISMO
PROGRAMAS DE RÁDIO - BRASIL
ANÁLISE DE CONTEÚDO
REDES SOCIAIS
JORNALISMO
Resumen: Com a imersão dos veículos tradicionais de imprensa para o mundo da internet, no que Jenkins (2009) conceitua de cultura da convergência, um novo desafio para o rádio voltou a ser discutido, bem como na época do aparecimento e fortalecimento da televisão, nas décadas de 1950 e 1960. A consolidação das redes sociais expõe os problemas do meio que passa por uma reinvenção diante das possibilidades de uma narrativa multiplataforma. Assim, algumas emissoras buscaram uma nova ferramenta, o Facebook e suas transmissões audiovisuais, e tal apropriação afetou na linguagem radiofônica e, por conseguinte, no trabalho do jornalista e na visão da audiência. A pesquisa que segue tem como objetivo examinar as transmissões da Rádio Jovem Pan, da cidade de São Paulo, através da poderosa rede social Facebook. Para isso, foi dividido o corpus de pesquisa em dois programas da emissora a serem analisados: Jornal Jovem Pan e 3 em 1, ambos transmitidos em vídeo na internet. Observou-se que, a partir do plano adotado pela Jovem Pan de realizar transmissões online de sua programação, as referências visuais podem significar ruídos comunicacionais para o público tradicional do rádio, uma vez que conflita dois sentidos humanos: ver e ouvir. A estrutura teórica é consubstanciada na teoria de Henry Jenkins sobre convergência dos meios de comunicação, cultura participativa e inteligência coletiva.
Through the traditional press vehicles’s immersion into the world of the internet, in what Jenkins (2009) conceptualizes of convergence culture, a new challenge for the radio was again discussed, as well as at the time of the emergence and strengthening of television in the decades 1950s and 1960s. The consolidation of social networks exposes radio as an obsolete medium, which uses the audio to broadcast its messages, so it must reinvent itself in the face of the possibilities of a multiplatform narrative. Thus, some broadcasters have sought a new tool, Facebook and its audiovisual broadcasts, and such appropriation has affected the radio language and therefore the work of the journalist and the view of the audience. The research that follows has the objective to examine the Radio Jovem Pan’s transmissions, of the city of São Paulo, through the powerful social network Facebook. For that, the corpus of research was divided into two programs of the transmitter to be analyzed: Jornal Jovem Pan and 3 em 1, both transmitted in video on the Internet. It has been observed that, based on the plan adopted by Jovem Pan to carry out online transmissions of its programming, the visual references can mean communication noises for the traditional radio audience, since it conflicts with two human senses: seeing and listening. The theoretical framework is embodied in Henry Jenkins' theory on media convergence, participatory culture, and collective intelligence.
URI: http://hdl.handle.net/10923/15013
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000495141-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,58 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.