Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/1513
Tipo: masterThesis
Título: Extração de métricas de usabilidade a partir de protótipos de fidelidade mista
Autor(es): Virgens, Gustavo Baseggio das
Orientador: Silveira, Milene Selbach
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação
Data de Publicação: 2010
Palavras-chave: INFORMÁTICA
ENGENHARIA DE SOFTWARE
SOFTWARE - AVALIAÇÃO
Resumo: Nowadays, a considerable part of usability evaluations carried out during the software development lifecycle is conducted at later stages. Some of these assessments depend on the creation of fully functional prototypes, so they can be applied, and they’re commonly performed after the development and deployment of software. This factor contributes significantly to the increase in cost of production. In this sense, from the research of prototyping, usability engineering and the conduction of a systematic review, this work presents an approach that allows the usability evaluation anticipation, through the use of mixed-fidelity prototypes created via the use of a computational tool. This tool assists in the creation and simulation of prototype interfaces, and enables collecting the following metrics of usability, for further analysis: task success, giving up on tasks, time on task, effort, screen balance, screen symmetry, screen balance, sequencing, order and complexity and system usability scale. In addition to the metrics that are collected by the tool automatically, other metrics are proposed to be collected from the observation of users using the prototypes created: partial success of the task, number of errors, help and documentation, time help, anger or frustration. The analysis of the obtained metrics point to areas of the system with potential usability problems. Moreover, the execution of new tests using the interfaces refined with the approach aid allow us to quantify the improvements resulting of the layout changes. In addition to the approach, the work presents its use in an experiment conducted with users. This experiment showed that, although not ali the metrics that can be collected from prototypes contribute to the refinement of interfaces, it was still possible to reduce the number of usability problems by just analyzing the results of the metrics.
Hoje em dia, uma considerável parte das avaliações de usabilidade realizadas nos ciclos de desenvolvimento de software é conduzida em etapas mais avançadas nestes ciclos. Algumas destas avaliações dependem ainda que protótipos totalmente funcionais sejam construídos, para que possam ser aplicadas, sendo comumente realizadas após o desenvolvimento e implantação do software. Este fator contribui significativamente para o aumento no custo de produção. Neste sentido, a partir de pesquisas sobre prototipação e engenharia de usabilidade e da condução de uma revisão sistemática sobre métricas para avaliação de usabilidade, o presente trabalho apresenta uma abordagem que permite que a avaliação de usabilidade seja antecipada, efetuando-a por meio da utilização de protótipos — de fidelidade mista - elaborados mediante o uso de uma ferramenta computacional. Esta ferramenta auxilia na criação e simulação de protótipos de interfaces, além de permitir coletar as seguintes métricas de usabilidade, para posterior análise: sucesso de tarefas, desistência de tarefas, tempo na tarefa, esforço, equilíbrio de tela, simetria de tela, balanço de tela, seqüenciamento, ordem e complexidade e escala de usabilidade do sistema. Além das métricas que são coletadas pela ferramenta, de forma automática, são propostas as seguintes métricas, a serem coletadas a partir da observação dos usuários utilizando os protótipos criados: sucesso parcial de tarefa, número de erros, auxilio e documentação, tempo de ajuda e raiva ou frustração. A análise das métricas obtidas permite apontar áreas do sistema com possíveis problemas de usabilidade. Além disto, a execução de novos testes utilizando as interfaces refinadas com o auxílio da abordagem permite quantificar as melhorias realizadas pelas mudanças de layout efetuadas. Além da abordagem, o trabalho apresenta seu uso em um experimento realizado com usuários. Este experimento permitiu verificar que, apesar de nem todas as métricas passíveis de serem coletadas de protótipos contribuírem para o refino das interfaces, ainda assim foi possível reduzir o número de problemas de usabilidade.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1513
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000448243-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,24 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.