Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/15202
Tipo: masterThesis
Título: Dimensões possíveis para uma ressignificação da comunicação interna no contexto organizacional
Autor(es): Lemos, Fernando Carara
Orientador: Scroferneker, Cleusa Maria Andrade
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Fecha de Publicación: 2019
Palabras clave: COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL
COMUNICAÇÃO NA EMPRESA
COMUNICAÇÃO SOCIAL
ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
Resumen: A comunicação interna geralmente é assumida como uma das possibilidades para aprimorar as diversas práticas realizadas pelas organizações com o intuito de humanizar seus ambientes. Contudo, no cotidiano, essa possibilidade raramente acontece. Movidos por essa constatação oriunda da nossa experiência profissional desenvolvemos essa pesquisa que tem como objetivos evidenciar as principais abordagens sobre comunicação no contexto [interno] organizacional, discutir o papel da liderança no processo de ressignificação deste campo da comunicação e propor alternativas de ressignificação da comunicação no contexto [interno] das organizações. Para atender aos objetivos propostos, iniciamos apresentando uma visão de sociedade e do indivíduo contemporâneo, recorrendo a Han (2015, 2017), Bauman (2007), Lipovetsky (2016), Sennett (2006), Gaulejac (2011), Hall (2001), Morin (2008, 2011), Freitas (1999) e Woodward (2014). Na sequência buscamos contextualizar a comunicação e a comunicação organizacional ancorados por autores como Wolton (2006, 2010), Marcondes Filho (2008), Oliveira (2009), Lima (2008) e França (2013), destacando a comunicação com viés relacional nos ambientes organizacionais, para sustentar a nossa proposta de ressignificação da comunicação no contexto [interno] organizacional.Bueno (2014a, 2014b), Scroferneker e Wels (2015), Sennett (2012), Martin (2008), bem como Zarifian (2001), Wheatley, (2006), Morin (2015a, 2015b) sustentaram os nossos argumentos para construção dessa proposta. O objeto empírico foi composto por uma dinâmica de Investigação Apreciativa (COOPERRIDER, WHITNEY, 2006; VARONA, 2009) com representantes do mercado que atuam com o tema da pesquisa. Como método norteador deste estudo, a Hermenêutica de Profundidade (THOMPSON, 1995) nos possibilitou realizar os movimentos (re)interpretativos necessárias para a cientificidade do trabalho. Destacamos, como um dos principais resultados, a nossa proposta de ressignificação da comunicação no contexto [interno] das organizações, pautada por uma perspectiva integradora (MARTIN, 2008) e uma dimensão cooperativa da comunicação (SENNETT, 2012).
Internal communication is generally presumed as one of the possibilities to improve the different practices carried out by organizations with the aim of humanizing their environments. However, in everyday life this possibility rarely happens. Based on our experience, we developed this research that aims to highlight the main approaches to communication in the [internal] organizational context, to discuss the role of leadership in the process of resignification of this field of communication and to propose alternatives for the resignification of communication in the [internal] context of organizations. In order to meet the proposed objectives, we begin by presenting a vision of society and the contemporary individual, using Han (2015, 2017), Bauman (2007), Lipovetsky (2016), Sennett (2006), Gaulejac (2011), Hall (2001), Morin (2008, 2011), Freitas (1999) and Woodward (2014). In the sequence we seek to contextualize communication and organizational communication anchored by authors such as Wolton (2006, 2010), Marcondes Filho (2008), Oliveira (2009), Lima (2008), and France (2013), emphasizing communication with relational bias in organizational environments, to support our proposal of resignification of communication in the [internal] organizational context. Bueno (2014a, 2014b), Scroferneker and Wels (2015), Sennett (2012), Martin (2008), as well as Zarifian (2001), Wheatley, (2006) and Morin (2015a, 2015b) supported our arguments for development of this proposal.The empirical object consisted of a dynamic of Appreciative Inquiry (COOPERRIDER, WHITNEY, 2006; VARONA, 2009) with market representatives who work with the research theme. As a guiding method of this research, Depth Hermeneutics (THOMPSON, 1995) allowed that we perform the (re) interpretative movements necessary for the scientific study. We highlight, as one of the main results, our proposal to re-signify communication in the internal context of organizations, based on an integrative perspective (MARTIN, 2008) and a cooperative dimension of communication (SENNETT, 2012).
URI: http://hdl.handle.net/10923/15202
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000495210-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,49 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.