Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/1580
Tipo: masterThesis
Título: Desenvolvimento de um conjunto de boas práticas para a programação em par distribuída
Autor(es): Estácio, Bernardo José da Silva
Orientador: Prikladnicki, Rafael
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação
Fecha de Publicación: 2013
Palabras clave: INFORMÁTICA
ENGENHARIA DE SOFTWARE
PROGRAMAÇÃO (COMPUTADORES)
Resumen: Organizations have been distributing their software development activities around the world for over a decade, increasing the work with distributed teams. At the same time, agile methods have recently been used by software engineers in order to deliver faster results and more value to the client, providing face to face communication, rapid response to change, among other practices. Although it sounds contradictory, agile methods have been used as a strategy for distributed teams become more productive. Pair programming is an agile practice of the extreme programming method, which has been used with distributed teams. In this context this practice has many benefits, including information sharing and increasing product quality. For this reason, the goal of this dissertation is to understand the advantages and challenges of distributed pair programming and to develop a set of best practices to facilitate their adoption and use. For the development of this research we have used both secondary (systematic literature review) and primary (multiple case studies with practitioners) studies. The main contribution of this research is the development of a set of best practices for distributed pair programming for the industry, and the systematization of the empirical evidence about this topic.
As organizações vêm distribuindo suas atividades de desenvolvimento de software em todo o mundo há mais de uma década, aumentando o trabalho com equipes geograficamente distribuídas. Ao mesmo tempo, os métodos ágeis de desenvolvimento de software têm sido recentemente utilizados pelos engenheiros de software com o objetivo de fornecer resultados mais rápidos e de maior valor para o negócio do cliente, promovendo uma comunicação face a face, resposta rápida às mudanças, entre outras práticas. Apesar de soar contraditório, os métodos ágeis têm sido utilizados como uma estratégia para tornar equipes distribuídas mais produtivas. A programação em par é uma prática ágil do método extreme programming, e que tem sido utilizada com equipes distribuídas. Esta prática possui diversos benefícios, entre eles o compartilhamento de informações e o aumento da qualidade do produto. Por esta razão, o objetivo desta dissertação de mestrado é entender as vantagens e os desafios da programação em par distribuída e desenvolver um conjunto de boas práticas para facilitar a sua adoção e utilização. Para o desenvolvimento desta pesquisa foram utilizados estudos secundários (revisão sistemática da literatura) e primários (múltiplos estudos de caso com profissionais da indústria). Esta pesquisa contribui no sentido de propor um conjunto de boas práticas para a programação em par distribuída para a indústria, além da sistematização da base empírica do estado da arte sobre o tema.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1580
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000449148-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,42 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.