Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/2036
Tipo: masterThesis
Título: “Deu pra ti, anos 70” e “a festa nunca termina” (24 hour party people): juventude, cultura e representação do social no cinema
Autor(es): Haussen, Luciana Fagundes
Orientador: Gerbase, Carlos
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: CINEMA - ASPECTOS SOCIAIS
COMUNICAÇÃO SOCIAL
JUVENTUDE
CULTURA
Resumo: This work is a comparative study of movies “24 hour party people”, Michel Winterbottom (2002), and "Deu pra Ti, anos 70", Nelson Nadotti and Giba Assis Brasil (1981), which tell stories of young people in different urban centres. The study intends identify the function of cinema as a representation of social and behaviors and trend of youth between the 70?s and 80?s decades. The analysis broach, in addition to the content of movies, the socio-historical situations of different places where the stories elapse, the conditions of production and the action of producers. Within this proposal, in perspective presented by Cultural Studies and by intersections between the cinematographic production and Social Communication, identifies the possible likeness of social and artistic scenarios from Manchester, England, and Porto Alegre, Brazil, during the period.
O presente trabalho é um estudo comparativo dos filmes “A festa nunca termina” (24 hour party people), de Michel Winterbottom (2002), e “Deu pra ti, anos 70”, de Nelson Nadotti e Giba Assis Brasil (1981), que narram histórias de jovens em diferentes centros urbanos. O estudo pretende identificar o papel do cinema como representação do social e dos comportamentos e tendências da juventude entre as décadas de 70 e 80. A análise aborda, além do conteúdo dos filmes, as situações sócio-históricas dos distintos locais onde as histórias transcorrem, as condições de produção e o papel dos realizadores. Dentro desta proposta, na perspectiva apresentada pelos Estudos Culturais e pelas intersecções entre a produção cinematográfica e a Comunicação Social, verificam-se as possíveis semelhanças dos cenários sociais e artísticos de Manchester, na Inglaterra, e Porto Alegre, no Brasil, durante o período.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2036
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000400597-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo491,84 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.