Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/2169
Tipo: doctoralThesis
Título: Imaginários e culturas midiáticas em Roy Lichtenstein: o impacto da pop art na comunicação visual
Autor(es): Pithan, Flávia Ataide
Orientador: Rahde, Maria Beatriz Furtado
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: LICHTENSTEIN, ROY - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
COMUNICAÇÃO VISUAL
PÓS-MODERNIDADE
IMAGENS - REPRESENTAÇÃO
COMUNICAÇÃO E IMAGINÁRIO
Resumo: O presente trabalho discute as imagens de Lichtenstein enquanto comunicação. Tais imagens são responsáveis pela geração de uma linguagem visual própria instituída pela comunicação visual contemporânea, uma vez que existe a identificação do homem pós-moderno com o estilo do artista. A hermenêutica de profundidade de John Thompson foi à metodologia escolhida para viabilizar o desenvolvimento desta tese. Inicialmente aborda-se a história da comunicação visual e suas transformações influenciadas pelas tecnologias. Apos tratam-se questões teóricas relacionadas com a imagem e o imaginário. As vanguardas são abordadas no que tangem a Pop Art, movimento artístico do qual participou Lichtenstein e que antecipa a visualidade pós-moderna. O estilo Lichtenstein é apropriado pela comunicação visual pós-moderna, pois, dentre outros fatores, é também mais facilmente empregado através das novas tecnologias da informática. Assim, as limitações inerentes a períodos anteriores relacionadas com a criação, a produção e a reprodução de imagens foram superadas. As imagens modernas do artista são analisadas e interpretadas para posteriormente fornecerem aporte ao entendimento das apropriações pós-modernas. As imagens são facilmente interpretadas pelo homem contemporâneo via imaginário, sendo condizentes com as características da configuração sócio-cultural da atualidade, a condição pós-moderna.Suas imagens envolvem as noções de projeto, de reprodução, de simplificação, de comunicação direta, de trabalho em equipe, de apropriação, de releitura e até mesmo da estética da banalidade. Essas noções permeiam a comunicação visual contemporânea, sendo Lichtenstein um artista revolucionário. Percebeu-se que a imagem é um importante vetor de socialização e que o intercâmbio entre áreas como arte, publicidade, design e cultura popular potencializa a comunicação visual.
The present work discusses the images of Lichtenstein as communication. Such images are responsible for the generation of a proper visual language instituted by the contemporary visual communication, once there is identification of post-modern man with the artist style. The Deep Hermeneutics of John Thompson has been the methodology chosen to enable the development of this thesis. lnitially it is approached the history of visual communication and its transformations influenced by technologies. After that, it is treated the theoretical questions related to the image and imaginary. The vanguards are approached in what concerns Pop Art, artistic movement which Lichtenstein has participated and that anticipates the man visualization post-modern. The Lichtenstein Style is appropriate by the post-modern visual communication, because, between other factors, it is more easily employed through the new informatics technologies. In this way, the limitations inherent to previous periods related with creation, production and reproduction of images has been overcome. The modern images of the artist are analyzed and interpreted to subsequently provide contributions to the understanding of the post-modern appropriations. The images are easily interpreted by the contemporary man by the imaginary, because they are harmonized with the characteristics of today sociocultural configuration, the post-modern condition.His images involve the notions of design, of reproduction, of simplification, of direct communication (commercial communication), of work in group, of appropriation, of rereading and even the banality’s aesthetics. These notions permeate the contemporary visual communication, being Lichtenstein a revolutionary artist. It has noticed that the image is an important vector of socialization and that the exchange between areas such as art, publicity, design, and popular culture powers the visual communication.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2169
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000407451-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo12,92 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.