Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/2553
Type: masterThesis
Title: Distribuição dos ganhos da produtividade do trabalho no complexo metal-mecânico brasileiro
Author(s): Alberton, Vania
Advisor: Bêrni, Duilio de Ávila
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Economia do Desenvolvimento
Issue Date: 2006
Keywords: ECONOMIA - BRASIL
PRODUTIVIDADE
INDÚSTRIAS METAL-MECÂNICAS
Abstract: O papel da produtividade no desenvolvimento econômico tem recebido grande atenção no Brasil nos últimos anos, devido às expressivas taxas de crescimento, no setor industrial, na década de 90. Esta dissertação tem como foco realizar uma análise do que está ocorrendo com a produtividade da mão-de-obra do complexo metal-mecânico brasileiro, por meio da matriz de insumo-produto de 1996 e 2002. Este objetivo se desdobra primeiramente num desafio: o de definir o complexo metal-mecânico, indo além das classificações existentes até o momento, adotando a metodologia de Furtuoso e Guilhoto (2003), criado como referência ao agronegócio. Definido o complexo, percebe-se que ele responde por cerca de 13% do valor adicionado e 11% do emprego remunerado do País, em ambos os anos. Analisa-se a posição relativa de alguns indicadores de produtividade da mão-de-obra do complexo metal-mecânico com a produtividade geral do sistema econômico. Para ambos os anos analisados, a produtividade da mão-de-obra do complexo metal-mecânico situa-se acima da média dos setores da economia.
The role of productivity in economic development has received great deal of attention in Brazil in the past years due to the expressive growth rates of the industrial sector in the 1990s. The aim of this dissertation is to analyze what is happening to the labor productivity of the Brazilian metal-mechanic complex through the input-product matrices of 1996 and 2002. At first, this objective leads to the challenge of defining the metal-mechanic complex in such a way that it is more comprehensive than the existing classifications so far. Furtuoso and Guilhoto’s (2003) methodology – initially created as a reference to agribusiness - was adopted. Once the complex was defined, we noticed it responded to about 13% of the added value and 11% of the remunerated jobs in both years. We analyzed the relative location of some productivity indicators of the labor of the metal-mechanic complex with the general productivity of the economic system. For both years analyzed, labor productivity of the metalmechanic complex was above average in relation to other sectors of the economy.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2553
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000382118-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,15 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.