Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/2702
Tipo: masterThesis
Título: Saberes docentes na educação a distância no ensino superior
Autor(es): Santos, Simone Moreira dos
Orientador: Vitória, Maria Inês Côrte
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Fecha de Publicación: 2012
Palabras clave: EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
EDUCAÇÃO
ENSINO SUPERIOR
PROFESSORES - FORMAÇÃO PROFISSIONAL
Resumen: A presente pesquisa teve como principal objetivo analisar quais saberes são mobilizados pelos docentes ao desenvolverem práticas pedagógicas mediadas pelas Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC –, a fim de identificar as demandas em relação ao processo formativo dos professores que atuam na educação a distância – EaD – em uma Instituição de Ensino Superior, comunitária/privada, do estado do Rio Grande do Sul. Para tanto, utilizou-se a abordagem qualitativa de pesquisa e, como procedimento técnico, o estudo de caso, cujos instrumentos foram entrevista semiestruturada e análise documental. Os sujeitos entrevistados foram professores que atuam em disciplinas semipresenciais e/ou a distância nos cursos de graduação presencial. Os dados coletados foram submetidos à técnica de análise de conteúdo, conforme Bardin (2010). Não foram estabelecidas categorias a priori, assim, em um primeiro momento, procedeu-se a uma análise dos dados levando em conta cada sujeito entrevistado, para, depois, agrupá-los, num esforço de identificar aspectos recorrentes, presentes nas entrevistas, que fossem ao encontro dos objetivos traçados para esta pesquisa, bem como respondessem ao problema e às questões norteadoras.Elencaram-se as seguintes categorias de saberes, tanto os mobilizados nas práticas pedagógicas quanto os saberes que merecem atenção no processo formativo: 1) saberes mobilizados na EaD através de práticas mediadas pela tecnologia, desdobrando-se nas seguintes subcategorias: saberes do conteúdo, da relação teoria e prática e da experiência; saberes relacionais; saberes epistemológicos e didático-pedagógicos; saberes tecnológicos; 2) processo formativo na EaD: trajetórias, saberes mobilizados e necessários à qualificação da ação docente, tendo gerado as subcategorias: trajetórias e desafios na docência em EaD; formação pedagógica e tecnológica. A análise dos dados permitiu observar que os saberes dos professores, na educação a distância, são plurais e conservam saberes da educação presencial, porém incorporando aspectos específicos, o que permite inferir a existência de um paradoxo: ao mesmo tempo em que os saberes estão presentes nas duas modalidades de ensino, apresentam particularidades no que diz respeito à sua mobilização. Isso também revela que os saberes se aproximam pela sua essência e se distanciam pela maneira com que permeiam as práticas pedagógicas. Por fim, constatou-se que o processo de formação docente deve contemplar, tanto na formação inicial quanto na continuada, os saberes epistemológicos e didático-pedagógicos, os saberes relacionais, os saberes da experiência e os tecnológicos, abordando, todavia, temáticas diferenciadas.
This study intends to examine how knowledge is mobilized by teachers to develop teaching practices mediated by the Information and Communication Technology – ICT – in order to identify the demands on the training process for teachers who work in distance education – Distance Education – in an University – communitarian / private – state of Rio Grande do Sul. Therefore, we used a qualitative research approach, and as a technical procedure, the case study, whose instruments were semi-structured interviews and document analysis. The interviewees were teachers who work in semipresential and / or distance disciplines in undergraduate courses. The data collected were subjected to Bardin´s (2010) technique of content analysis. Categories were not a priori established, so at first, we proceeded to an analysis of the data taking into account each individual respondent, so that we gathered them in an effort to identify recurring features, present in the interviews, which were to achieve the goals set for this research, as well as to answer to the problem and guiding questions.The following knowledge categories were listed, both deployed on the pedagogical practices and knowledge that deserve attention in the training process: 1) knowledge mobilized through practices in distance education mediated by technology, unfolding in the following subcategories: knowledge of content, relationship between theory and practice, besides experience, relational knowledge, epistemological and pedagogical didactic knowledge; technological knowledge; 2) formation process in distance education: trajectories, mobilized and required knowledge for the qualification of teaching activities, and following subcategories were generated: trajectories and challenges in teaching in distance education, teacher and technological training. The data analysis allowed us to observe that teachers´ knowledge in distance education are varied and retain knowledge of classroom education, but incorporating specific aspects, which allows to infer the existence of a paradox: knowledge is present in both types of education at the same time, but presents peculiarities in regard to its mobilization. It also reveals that knowledge mobilized by teachers are approached in its essence and distant according to the way it permeates the teaching practices. Finally, it was found that the process of teacher formation should include in both initial and continuous training the epistemological and didactic teaching knowledge, the relational knowledge, the experience knowledge, the technological knowledge, addressing, however, different themes.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2702
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000438892-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,62 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.