Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/2797
Type: doctoralThesis
Title: Compulsão à comunicação: ensaios de ética, educação e silêncio
Author(s): Ratto, Cleber Gibbon
Advisor: Abrahão, Maria Helena Menna Barreto
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Issue Date: 2008
Keywords: EDUCAÇÃO
COMUNICAÇÃO
EDUCAÇÃO - ASPECTOS FILOSÓFICOS
NIETZSCHE, FRIEDRICH WILHELM - TEORIAS
Abstract: This text tells about the proliferation of communication speeches related to the modern phenomenon of self-reference in the human sciences field. It is related to the Nietzschean criticism of the main agents of modernity : the sovereignty of consciousness, the unit of self and the belief in truth. It discusses some private aspects in the contemporary ethics and politics and effects on the production of current knowing and living ways. Methodologically it is constituted with a genealogical attitude, having the argumentative essay as its composition strategy. Accompanied by the fundamentals, policies and practices of Education, it intends reflection on the border between Philosophy and Sociology of Education. The paper supports the thesis that the apology of the self-referential communication has produced, simultaneously, an excessive individualism and a poverty in the experience of the world.
Este texto versa sobre a proliferação dos discursos da comunicação atrelados ao fenômeno moderno da auto-referencialidade no campo das ciências humanas. Vincula-se à crítica nietzscheana dos principais arautos da modernidade, a saber: a soberania da consciência, da unidade do "Eu" e da crença na Verdade. Discute alguns aspectos particulares da contemporaneidade ética e política com efeitos sobre a produção dos modos de existir e conviver na atualidade. Metodologicamente constitui-se com uma atitude genealógica. Assume a forma argumentativa do ensaio como sua estratégia de composição. Alinhado com a perspectiva que trata dos fundamentos, políticas e práticas da educação, pretende-se um exercício do pensamento numa zona fronteiriça entre a filosofia e a sociologia da educação. Sustenta a tese de que a apologia da comunicação auto-referencial vem produzindo, concomitantemente, uma exacerbação do individualismo e um empobrecimento da experiência mundana.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2797
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000399703-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo924,9 kBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.