Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/2815
Tipo: masterThesis
Título: O adolescente e a sua relação com a virtualidade: “a busca da autonomia pelo uso do chat”
Autor(es): Pool, Mário Augusto Pires
Orientador: Portal, Leda Lisia Franciosi
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Data de Publicação: 2005
Palavras-chave: EDUCAÇÃO
MEDIAÇÃO
ADOLESCENTES - EDUCAÇÃO
GRUPOS DE BATE-PAPO PELA INTERNET
INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO
INTERNET NA EDUCAÇÃO
AUTONOMIA (EDUCAÇÃO)
INTERATIVIDADE
Resumo: Este estudo pretendeu apresentar uma leitura sobre a mediação digital através da compreensão do uso do Chat pelos adolescentes, identificando na sua busca pela autonomia, o uso deste recurso na construção de suas relações. Versou também de como as possíveis mudanças na organização do seu dia-a-dia amparados pela comunicação digital afetam seu cotidiano. Embasado no enriquecimento teórico de onde podemos relacionar os movimentos e conceitos tanto da adolescência como dos elementos que compõem a Cibercultura, a pesquisa procurou apontar as aplicações da ferramenta Chat no uso informal enquanto recurso pedagógico, na visão dos próprios entrevistados e também numa análise construtiva de suas reais possibilidades de um uso mediático natural entre escola e aluno. O campo da pesquisa centrou-se em um grupo de adolescentes, estudantes universitários e usuários diários de um mesmo sistema de Chat por mais de cinco anos. A coleta de dados foi realizada mediante entrevista aberta e semi-estruturada, diálogos e conversas extraídos do Chat, pelos próprios entrevistados e participantes anônimos. Na conclusão desta pesquisa reflete-se a necessidade do investimento na educação integral que viabilize uma relação com a virtualidade como recurso didático-pedagógico na conquista de uma autonomia permeada por valores, ensinamentos e cuidados éticos e morais que auxiliem na construção de uma adolescência verdadeira e plena.
This study means to approach a version about the digital mediation through a compreensation for the use of web chats by teenagers, identifying in your search for independence the use of this resource to build their relationships. Another subject treated here is how possible changes in their daily schedule supported by digital communication can affect their lifes. Based on theories which we can relate movements and concepts from adolescence and cyberculture elements, the research try to show applications for webchat tools in the informal use and also as a pedagogical resouce as a vision of the interviwed guests and throug a constructive analysis about it real possibilities for a natural mediatic use between school and students. The research field consists in a group of teenagers, university students and users of the same web chat daily in five years. The data collect was realized in an open half structuralized inteview and also based in the study of dialogs and coloquys extracted from the web chat by the own guests and anothers anonymous participants. In the conclusion of this research, there is a reflection about needs related with building a whole human and a new perception about the use of virtuality as a pedagogical and didactic resource.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2815
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000419170-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo486,02 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.