Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/2888
Type: doctoralThesis
Title: A qualidade de vida e o desenvolvimento emocional do professor universitário
Author(s): Silveira, Teresa Cristina Gonçalves Pereira da
Advisor: Santos, Bettina Steren dos
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Issue Date: 2013
Keywords: EDUCAÇÃO - RIO GRANDE DO SUL
PROFESSORES - FORMAÇÃO PROFISSIONAL - RIO GRANDE DO SUL
ENSINO SUPERIOR - RIO GRANDE DO SUL
QUALIDADE DE VIDA
DESENVOLVIMENTO EMOCIONAL
Abstract: A presente tese é um estudo sobre o Desenvolvimento Emocional e a Qualidade de Vida do professor universitário tipificados como adulto médio e inicio do adulto tardio, compreendendo uma faixa etária dos 40 aos 75 anos. A pesquisa foi realizada com 279 professores da rede privada de ensino universitário do Estado do Rio Grande do Sul, escolhidos aleatoriamente através do banco de dados do SINPRO/RS (Sindicato dos Professores do Ensino Privado do Rio Grande do Sul), e 10 professores foram convidados, por conveniência a participar de um instrumento autobiográfico. O referencial teórico fundamenta-se em autores do comportamento humano, desenvolvimento humano, profissão docente e autores que estudam a vida adulta. A pesquisa realizada é do tipo quanti-qualitativa, exploratória, descritiva, com levantamento de dados, e narrativas de vida.O objetivo geral da pesquisa é a relevância do desenvolvimento emocional e as suas consequências na qualidade de vida de adultos médios e inicio do adulto tardio, professores universitários. A análise qualitativa dos dados coletados foi realizada através da técnica de análise de conteúdo e resultou em três categorias: Educação Emocional, Motivação Humana e Qualidade de Vida. A análise da pesquisa quantitativa se deu através de estatística descritiva com análise de dados cruzados. O resultado do estudo revelou que o tema estar desenvolvido emocionalmente é de grande importância para os professores universitários.Os docentes consideram que a tarefa de ter qualidade de vida é sua, mas não revelam claramente por uma postura da categoria, e assim, precisam da ajuda das instituições que laboram afim de que esse objetivo se concretize mais intensamente. A análise mostrou também, que os professores são uma categoria comprometida, aberta a novos conhecimentos e com interesse em aprendizagem continuada. Salientou também serem profissionais que buscam o autodesenvolvimento e que desejam Qualidade de Vida. Dentre as contribuições propostas pela tese destaca-se o papel das instituições de ensino, as quais deveriam reforçar mais o vínculo com seus colaboradores através de debates, informativos e principalmente com uma formação continuada para seus coordenadores de cursos ou gestores, bem como, uma formação efetiva para o acompanhamento necessário aos seus professores.
This thesis is a study of the Emotional Development and Quality of Life of professor, typified as average adult and early adult late, including an age range from 40 to 75 years. The research was conducted with 279 professors from Rio Grande do Sul’s private colleges, randomly sampled from the SINPRO / RS’s database (Teachers Union of Private Education of Rio Grande do Sul), and 10 teachers were invited for convenience to participate of an autobiographical instrument. The theoretical framework is based on the authors of human behavior, human development, teaching and adulthood. The research design is qualitative and quantitative, exploratory and descriptive, with data collection and life reporting.The general aim was to learn about the relevance of the emotional development and its implications on quality of life of professors, average adults and upwards. Qualitative analysis was performed using the technique of content analysis and resulted in three categories: Emotional Education, Human Motivation and Quality of Life. The analysis of the quantitative data was conduced through descriptive statistics with cross data analysis. The result of the study revealed that the subject is developed emotionally is of great importance for academics.They also believe that having quality of life is their task, but do not clearly emphasizes a positioning category, and thus need the help of their place of work to have this objective realized. The analysis also endorses that professors are a engaged category, open to new knowledge and interest in continued learning. Also argues that this professionals seek to have self development and wishes Quality of Life. The contributions of this thesis points out the role of educational institutions, which should increase the link with their workers through debate, informative and especially with continuous training for your course coordinators or managers, as well as an effective training for professors.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2888
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000448656-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo4,05 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.