Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/3584
Type: masterThesis
Title: Um estudo sobre a participação do córtex entorrinal na consolidação e reconsolidação da memória de reconhecimento de objetos
Author(s): Lima, Ramón Hypolito
Advisor: Cammarota, Martín
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Issue Date: 2009
Keywords: GERIATRIA
GERONTOLOGIA
GERONTOLOGIA BIOMÉDICA
MEMÓRIA
PROTEÍNAS
CÓRTEX CEREBRAL
Abstract: Muitos estudos indicam que a formação e a persistência da memória de longa duração necessitam da síntese de novas proteínas em específicas áreas do cérebro. Neste trabalho demonstramos que a microinfusão de Anisomicina (ANI, 160 mg/ml), Emetina (EME, 50 mg/ml) e Ciclohexemida (CHX, 20mg/ml), inibidores de síntese protéica, quando administrados imediatamente, mas não 3h ou 6h após o treinamento na tarefa de reconhecimento de objetos prejudica a retenção da memória de longa duração, não afetando a memória de curta duração, assim como não afeta as atividades comportamentais. Quando ANI, EME e CHX são administradas no córtex entorrinal, logo após uma sessão de reativação envolvendo objetos iguais ou a combinação de um objeto familiar e um objeto novo, não afetam a persistência do processo de consolidação. Nossos dados sugerem que a síntese de proteínas no córtex entorrinal é necessária após o treinamento para a consolidação da memória de reconhecimento de objetos. Entretanto, a síntese de proteínas nesta região do cérebro não parece ser necessária para a reconsolidação da memória de reconhecimento de objetos.
Several studies indicate that formation and persistence of long-term memory entail the induction of protein synthesis in specific areas of the brain. Here we show that microinfusion of the protein synthesis inhibitors Anisomycin (ANI, 160 mg/ml), Emetine (EME, 50 mg/ml) and Cyclohexemide (CHX, 20mg/ml) in the entorhinal cortex immediately but not 3h or 6h after training rats in an object recognition learning task hinders long-term memory retention without affecting short-term memory or behavioral performance. When given into the entorhinal cortex after a memory reactivation session involving familiar objects or a combination of familiar and novel objects neither anisomycin nor emetine affected persistence of the consolidated trace. Our data suggest that protein synthesis in the entorhinal cortex is necessary early after training for consolidation of object recognition memory. However, reconsolidation of the recognition trace after retrieval does not seem to require protein synthesis in this area of the brain.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3584
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000411309-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo354,6 kBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.