Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/3677
Tipo: doctoralThesis
Título: Expressão da endoglina (CD105) em carcinomas epidermóide de cavidade oral de pacientes adultos e idosos
Autor(es): Hüttner, Éder Abreu
Orientador: Machado, Denise Cantarelli
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Data de Publicação: 2006
Palavras-chave: MEDICINA
GERONTOLOGIA
NEOPLASIAS BUCAIS
CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS
IDOSOS
Resumo: O carcinoma epidermóide (CEB) é a principal neoplasia maligna da cavidade bucal. A maior incidência desse tumor ocorre entre a quarta e sétima década de vida, sendo que tem sido constatado um aumento no número de adultos jovens com esta patologia em várias regiões do mundo. O objetivo deste estudo foi comparar as características anátomo-patológicas e a expressão da endoglina (CD105) em CEBS dos grupos etários adultos (< 60 anos) e idosos (>/= 60 anos). Foram utilizadas 27 amostras de CEBs, entre as quais 14 espécimens eram oriundas de pacientes adultos e 13 espécimens de pacientes idosos. Foram comparados os aspectos clínicos, anátomopatológicos e os padrões de neoangiogênese, através da expressão da glicoproteína endoglina (CD 105) entre os grupos de adultos e idosos.Os resultados mostraram que a baixa gradação de malignidade, o baixo padrão de invasão, o alto grau de queratinização e o baixo número de mitoses no grupo de idosos foram estatisticamente significantes para (p<0,03), (p<0,04), (p<0,04), (p<0,04), respectivamente, quando comparado com o grupo de adulto a neo-angiogênese avaliada através da quantificação da expressão da endoglina não apresentou diferenças estatisticamente significante para (p<0,05) em ambos grupos estudados. Considerando os resultados apresentados neste estudo, pode-se concluir que os CEBs de pacientes idosos apresentam menor gradação de malignidade e algumas características anátomo-patológicas que sugerem menor agressividade tumoral em relação aos adultos, entretanto, não houve alteração quantitativa da expressão da endoglina entre os grupos analisados.
Squamous cell carcinoma (SCC) is the main malignant neoplasy of the oral cavity. The higher incidence of this tumor occurs between the fourth and seventh decade of life, and it has been found a raise in the number of young adults with this pathology in several regions of the world. The aim of this study was to compare anatomopathological characteristics and endoglin expression in the groups of adults (<60 years) and elderly (>/= 60 years). In this study, 27 samples of oral SCC were analisesd. Of the total, 14 specimens were from adult patients and 13 specimens were from elderly patientsThe results showed that a low grade of malignancy, a low pattern of invasion, The clinical, the anatomopathological aspects and the patterns of neoangiogenesis, through the expression of endoglin glycoprotein (CD105) in the groups of adults and elderly, were compared. a high degree of keratinization and a low number of mitosis in the elderly group were statistically significant at (p<0,03, p<0,04, p<0,04, p<0,04, respectively). Neoangiogenesis evaluated through of endoglin expression did not show statistically significant differences in both studied groups. Based on the presented results, in can be concluded that oral SCC of elderly patients show lower grade of malignancy and some anatomopathological characteristics that suggest lower tumoral aggressiveness when compared. However, quantitative alteration of endoglin expression in the analysed groups was not detected.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3677
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000390283-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,48 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.