Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/3699
Tipo: masterThesis
Título: Estudo da toxicidade da capecitabina em pacientes idosos com câncer de mama e do trato gastrointestinal
Autor(es): Brandolt, Gilberto Luis Lora
Orientador: De Carli, Geraldo Attilio
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: GERIATRIA
GERONTOLOGIA
IDOSOS
ENVELHECIMENTO
NEOPLASIAS DA MAMA
NEOPLASIAS GASTROINTESTINAIS
FLUORURACILA
Resumo: Introduction: Cancer is a disease of most concern today. and because this new treatments that provide good results and also comfort, affecting less the routine of the patient, have been increasingly searched. The treatment of cancer in older individuals is more complicated because they are more susceptible to complications caused by cytotoxic chemotherapy. For these reasons was developed the capecitabina. It is a pro-drug of 5-FU who has oral administration, offering greater convenience. But few it is known about the toxicity of the capecitabine in elderly patients. Objectives: In general objective, was evaluated the toxicity of the drug capecitabine in elderly patients with breast cancer or cancer of the gastrointestinal tract. In specific objectives: was compared the adverse effects general of drug capecitabine with the drug 5-fluorouracil (5-FU) in elderly people with breast cancer or the TGI. Was compared the adverse effects of liver function found in the different groups under study. Was compared the effects cardiotoxic most common found in different groups of the study. Materials and Methods: It was made of a cohort study, which was part of the collection through analysis of medical records (historical cohort) and part was made prospective. Were included patients over 55 years, of both sexes, with breast cancer or the gastrointestinal tract, which make use of the drug capecitabine and 5-FU. Data collection was made in PUCRS São Lucas Hospital, after completing the term of consent. Results: On the general adverse effects, the drug capecitabine showed a lower toxicity compared with 5-FU, with the exception of hand-foot syndrome, which occurred only in patients who have made use of capecitabina. In the assessment of liver function, capecitabine showed greater toxicity when compared with the 5-FU. About cardiotoxicity, capecitabine proved to be less toxic, because the average of the QT interval in the eletrocardiogram, patients who used 5-FU showed significant increase (p<0. 05) in these averages. Conclusion: Even the capecitabine showing to be less toxic that the 5-FU in general adverse effects and cardiotoxicity, the study shows that it can cause greater damage to liver function. Therefore, patients who make use of capecitabine should also have strict monitoring to avoid complications caused by cytotoxic chemotherapy.
Introdução: O câncer é uma das doenças que mais preocupam na atualidade, deste modo, novos tratamentos que proporcionem bons resultados, afetando menos na rotina do paciente, têm sido amplamente pesquisados. O tratamento do câncer em indivíduos idosos é complexo, pois estes são mais suscetíveis a complicações provocadas pela quimioterapia citotóxica. Por estes motivos foi desenvolvida a capecitabina, uma pró-droga do 5-fluorouracil (5-FU) que tem administração por via oral, oferecendo maior comodidade. Porém, pouco se sabe com relação aos efeitos tóxicos da capecitabina em pacientes idosos. Objetivos: O objetivo geral do estudo foi avaliar a toxicidade do fármaco capecitabina em pacientes idosos com câncer de mama ou câncer do trato gastrointestinal. Dentre os objetivos específicos, comparamos os efeitos adversos gerais do fármaco capecitabina com o fármaco 5-fluorouaracil em idosos com câncer de mama ou do trato gastrointestinal. Comparamos os efeitos adversos a nível de função hepática encontrados nos diferentes grupos em estudo. E ainda os efeitos cardiotóxicos mais comuns encontrados nos diferentes grupos do estudo. Materiais e Métodos: Foi realizado um estudo de coorte, onde parte da coleta foi através de análise de prontuário (coorte histórica) e parte foi feita de modo prospectivo. Foram incluídos pacientes em envelhecimento acima de 55 anos, de ambos os sexos, com câncer de mama ou do trato gastrointestinal, que faziam uso do fármaco capecitabina ou 5-FU. A coleta dos dados foi feita no Hospital São Lucas da PUCRS, após o preenchimento do termo de consentimento livre e esclarecido. Resultados: Quanto aos efeitos adversos gerais, o fármaco capecitabina mostrou uma menor toxicidade em relação ao 5-FU, com exceção da síndrome mão-pé, que ocorreu apenas em pacientes que fizeram uso de capecitabina. Na avaliação da função hepática, a capecitabina demonstrou causar uma maior toxicidade quando comparada ao 5-FU. Em relação à cardiotoxicidade, a capecitabina mostrou-se menos tóxica, pois pacientes que fizeram uso de 5-FU apresentaram aumento significativo (p<0,05) em relação à capecitabina nas médias dos intervalos QT no eletrocardiograma. Já os exames de creatinoquinase e troponina I não mostraram diferença significativa. Conclusão: Mesmo a capecitabina mostrando ser menos tóxica que o 5-FU em efeitos adversos gerais e cardiotoxicidade, o estudo comprova que ela pode causar um maior dano à função hepática. Portanto, pacientes que fazem uso de capecitabina devem ter um acompanhamento rigoroso, a fim de evitar complicações causadas pela quimioterapia citotóxica.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3699
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000402760-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo907,64 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.