Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/370
Tipo: doctoralThesis
Título: Citotoxicidade e genotoxicidade de materiais ortodônticos
Autor(es): Westphalen, Graziela Henriques
Orientador: Menezes, Luciane Macedo de
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Fecha de Publicación: 2009
Palabras clave: ODONTOLOGIA
ORTODONTIA
ORTOPEDIA FACIAL
MATERIAIS DENTÁRIOS
TOXICIDADE
Resumen: A avaliação da biocompatibilidade dos materiais ortodônticos é de extrema importância, uma vez que elementos constituintes desses materiais estão relacionados a efeitos citotóxicos, genotóxicos e carcinogênicos Este estudo objetivou verificar a citotoxicidade e genotoxicidade de materiais ortodônticos. A citotoxicidade de materiais ortodônticos (bráquetes, fios, resinas compostas, soldas de prata e elásticos) foi testada por meio de duas exposições de sobrevivência ao Saccharomyces cerevisiae (S. Cerevisiae) de forma direta e indireta (produtos químicos liberados pelos materiais em saliva artificial) (Artigo 1). A avaliação da genotoxicidade foi realizada em grupos de pacientes, empregando-se os testes: Ensaio citoma bucal de micronúcleos para avaliação de aparelhos ortodônticos fixos e Hyrax (Artigo 2); Teste de micronúcleos para aparelhos expansores maxilares de Haas e Hyrax (Artigo 3). No artigo 1 foram realizadas comparações de ocorrência de sobrevivência de S. Cerevisiae em curvas semi-log entre os materiais ortodônticos e controle. Já nos artigos 2 e 3 foram empregados testes estatísticos não paramétricos diferentes (ES0,05) para comparações entre grupos de pacientes e controle. Foi observado que a solda de prata foi o único material que apresentou citotoxicidade. Todos os aparelhos testados não mostraram genotoxicidade nos grupos de pacientes estudados.
Biocompatibility evaluation of orthodontic materials is very important, since some constituent elements of these materials are related to citotoxic, genotoxic and carcinogenic effects. This study aimed to assess citotoxicity and genotoxicity of orthodontic materials. Citotoxicity of orthodontic materials (brackets, wires, resin composites, solder silver and elastomers) was tested by two survival exposure to Saccharomyces cerevisiae (S. Cerevisiae), through direct and indirect (chemical products liberated by these materials in artificial saliva) forms (Article 1). Assessment of genotoxicity was carried out in patient groups, using the following tests: Cytome buccal micronucleus assay for evaluating orthodontic fixed appliances and Hyrax (Article 2), Micronucleus tests for Hyrax and Haas appliances (Article 3). For Article 1, occurrence of S. Cerevisiae survival was compared in a semi-log curve between orthodontic materials and control groups. For articles 2 and 3, non parametric test was used (ES0. 05%) for comparison among patients and control groups. Silver solder was the only material that showed citotoxicity. All appliances tested did not present genotoxicity in studied patients.
URI: http://hdl.handle.net/10923/370
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000419165-0.pdfTexto Completo5,23 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.