Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/401
Tipo: masterThesis
Título: Análise do reparo ósseo nas fraturas de ângulo mandibular com fixação interna rígida: estudo em coelhos
Autor(es): Wantowski, Gleisse
Orientador: Oliveira, Rogerio Belle de
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Fecha de Publicación: 2007
Palabras clave: ODONTOLOGIA
FRATURAS DENTÁRIAS
REPARAÇÃO ÓSSEA (ODONTOLOGIA)
MANDÍBULA
MATERIAIS DENTÁRIOS
FRATURAS FACIAIS
Resumen: O presente estudo teve por objetivo investigar macroscopicamente e microscopicamente o processo do reparo ósseo no local da fratura mandibular em coelhos da linhagem Nova Zelândia, com atenção às miniplacas e aos parafusos de titânio (Neoortho®), empregados como material de fixação, em diferentes períodos de tempo. Para a amostra foram selecionados 18 coelhos machos da linhagem Nova Zelândia, com peso até 4000 gramas, distribuídos aleatoriamente em três grupos, de acordo com o período de tempo de observação dos animais. Foram efetuadas osteotomias unilaterais em região de ângulo mandibular, fixadas por uma miniplaca e quatro parafusos de titânio. Os animais foram mortos aos 30, 60 e 90 dias. Os resultados obtidos demonstram que, macroscopicamente, o sistema se fixação foi capaz de manter os segmentos ósseos na posição desejada, sem propiciar complicações como processos infecciosos ou pigmentação aos tecidos moles adjacentes. Histologicamente pode-se afirmar que o calo fibroso esteja estabelecido aos 30 dias e o calo ósseo aos 60 dias.O colágeno tipo I, maduro, é predominante na linha de reparo da fratura óssea, especialmente ao período de 60 dias, entretanto a densidade do colágeno tipo II é maior. Em torno das perfurações estes ínices mantem-se proporcionais. O titânio induz ao intenso crescimento ósseo aposicional, sem apresentar potencial de dissolução nos tecidos adjacentes, ou complicações que indiquem sua remoção. Os índices de cálcio pouco variados entre os períodos de tempo sugerem que estabelecido o reparo da fratura, o calo ósseo seja composto por osso corticalizado, de densidade mineral padrão. O sistema por placas e parafusos de titânio se mostrou eficaz para o tratamento das fraturas de ângulo mandibular.
The aim of the present study was to evaluate, through macroscopic and microscopic analysis the bone repair process in mandibular fractures in rabbits, lineage New Zealand, with especial attention to the titanium plates and screws (Neoortho®), applied as material fixation. For the sample 18 males rabbits were used, with weight maximal to 4000 grams, randomly distributed in three groups, in accordance with the period of observation time. The death of the animals occurred on the 30th, 60th, 90th days. The obtained results demonstrate that, macroscopically the bone fixation system was able to maintain the bone segments in the expected position, without complications associated as healing problems or soft tissue pigmentation. The histological founds may suggest that the fibrous callus is established to the 30 days and the bone callus to the 60 days. The collagen type I, ripe, is predominant in the line of bone repair, especially to the period of 60 days; however the density of the collagen type II is larger. Around the screws the collagen type does not vary accordance with the periods of time. The titanium induces intensive appositional bone growth, without presenting dissolution potential in the soft tissues around the implants surfaces, or complications that indicate a latest removal. The little varied indexes of calcium among the periods of time suggest that established the repair of the fracture, the bone callus is composed by mature bone, which presents a standard mineral density. The system for plates and screws of titanium was shown effective for the treatment of the fractures of mandibular angle in rabbits.
URI: http://hdl.handle.net/10923/401
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000398805-0.pdfTexto Completo15,62 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.