Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4091
Tipo: doctoralThesis
Título: A aquisição das seqüências finais de obstruintes do inglês (L2) por falantes do sul do Brasil: análise via teoria da otimidade
Autor(es): Alves, Ubiratä Kickhöfel
Orientador: Bisol, Leda
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: LINGUÍSTICA
AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM
FONOLOGIA
Resumo: O presente trabalho tem por objetivo investigar o processo de aquisição das seqüências de obstruintes monomorfêmicas finais do inglês (L2) por falantes do Sul do Brasil. A partir da investigação empírica, propomos uma análise à luz da Teoria da Otimidade (Prince & Smolensky 1993,2004) para explicar os diferentes padrões silábicos encontrados nas tentativas de produção das codas complexas do inglês. A investigação empírica contou com 32 participantes, pertencentes a 4 diferentes níveis de proficiência. Ao descrevermos os outputs produzidos por esses informantes, tivemos a intenção de discutir quais formas diferem do falar nativo, concentrando-nos, sobretudo, nos padrões que caracterizam uma alteração da estrutura silábica da L2. A verificação dos dados apontou ser a epêntese a estratégia de reparo mais empregada para adaptar as formas da L2 a um padrão silábico mais próximo daquele da L1. Para verificarmos, à luz da OT, a trajetória desenvolvimental dos aprendizes desde o ranking da L1 até a gramática responsável pela emergência das formas-alvo, desenvolvemos nossa análise com base no Algoritmo de Aprendizagem Gradual (Boersma & Hayes, 2001).Especial atenção foi dada, ao longo da análise, à questão da formalização das restrições de marcação. Para obtermos as restrições a partir de escalas lingüísticas primitivas, recorremos a dois mecanismos: Alinhamento Harmônico (para formalizar, em termos de ranking, as diferenças de sonoridade entre os elementos de coda) e Conjunção Local (para expressar as diferenças de ponto em coda). Argumentamos, em nossa análise, que o mecanismo de Conjunção Local se mostra disponível ao longo do processo de aquisição de L2, sendo tal mecanismo restrito a condições que limitam o seu poder de atuação. Acreditamos que o presente trabalho se caracteriza como pertinente não somente para os pesquisadores voltados à investigação do processo de aquisição de linguagem, mas também para todos aqueles envolvidos com o estudo de modelos formais de análise lingüística, tal como a Teoria da Otimidade.
This study aims to investigate the acquisition of final monomorphemic obstruent clusters in English by Southern Brazilian Portuguese speakers. Based on our empirical investigation, we propose an Optimality-theoretical analysis (Prince & Smolensky 1993, 2004) to account for the varied syllable patterns found in the learners’ attempts to produce the target complex codas. Our empirical study was based on data from 32 subjects, who were organized in four different proficiency levels. In our discussion of the data, we aim to point out which of these forms differ from the L2 target, focusing on those ones which imply a change in syllable structure. Our data show that epenthesis is the most commonly employed syllable repair strategy, as the additional vowel adapts the L2 complex system to a pattern which is closer to the one in the first language. The analysis of the learners’ developmental stages, which departs from the L1 hierarchy toward a grammar which leads to the production of the target forms, is based on the Gradual Learning Algorithm (Boersma & Hayes, 2001).Special attention is also given to the formalization of markedness constraints. In order to derive constraints from harmonic scales, we rely on two constraint schemas: Harmonic Alignment (which accounts for the sonority differences in coda) and Local Constraint conjunction (which accounts for the differences in place of articulation). We argue that the mechanism of Local Conjunction is also available in L2 development, despite being restricted to conditions which limit its use. We believe that our analysis may prove relevant not only to the field of language acquisition, but also to the study of formal models of grammar, such as Optimality Theory.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4091
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000399693-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,35 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.