Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/414
Tipo: masterThesis
Título: Avaliação do uso de um aparelho intra-oral no tratamento de pacientes obesos mórbidos portadores da síndrome das apnéias/hipopnéias obstrutivas do sono grave
Autor(es): Cervo, Juliana Junqueira
Orientador: Grossi, Márcio Lima
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Fecha de Publicación: 2006
Palabras clave: ODONTOLOGIA
SÍNDROME DAS APNEIAS OBSTRUTIVAS DO SONO
OBESIDADE MÓRBIDA
Resumen: A “before- and-after” study was carried out with the primary objective of evaluating the response to the use of an intra-oral appliance for the treatment of morbidly obese patients with serious Obstructive Sleep Apnea Syndrome (OSAS). The sample was composed by five patients with body mass index (BMI) higher than 40 kg/m2 and Apnea/Hypopnea Index (AHI) higher than 30 events/h, observed by baseline polysomnography. The patients worn an intra-oral appliance for a mean of 34,6 days and undertook a second polysomnography, in order to compare the AHI, the oxygen saturation (SaO2), nadir, sleep efficiency and Epworth Sleepiness Scale before and after treatment. The differences observed were not statisticaly significant (signal test, p > 0,05), AHI decreased 18,17%, but it just improved OSAS severity. Treatment for severe OSAS with IA for this population should be rigorously followed up with polysomnography.
Foi realizado um estudo "antes-e-depois", com o objetivo de avaliar a resposta ao uso de um aparelho intra-oral (AI) para o tratamento de pacientes obesos mórbidos portadores da Síndrome das Apnéias/Hipopnéias Obstrutivas do Sono (SAHOS) grave. A amostra foi composta por 5 pacientes com índice de massa corporal (IMC) maior que 40 kg/m2 e Índice de Apnéias/Hipopnéias (IAH) maior que 30 eventos/h, observados em uma polissonografia inicial. Os pacientes utilizaram um aparelho intra-oral por uma média de 34,6 dias, e foram submetidos a uma segunda polissonografia, para comparar o IAH, a saturação de oxigênio arterial (SaO2), a menor SaO2 (nadir) e a eficiência do sono, e questionários de sonolência (Epworth) e satisfação, antes e depois do uso do aparelho. Em que pese os resultados tenham demonstrado mudanças nos parâmetros avaliados, estas não foram estatisticamente significativas pelo teste dos sinais (p > 0,05). O IAH teve redução de 18,17%, porém, tal melhora apenas reduziu a gravidade da SAHOS. Sugere-se que tratamento de SAHOS grave com AIs em pacientes obesos mórbidos seja rigorosamente controlado por polissonografia.
URI: http://hdl.handle.net/10923/414
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000379482-0.pdfTexto Completo422,17 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.