Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4375
Tipo: doctoralThesis
Título: Alterações motoras, extensão da lesão e gravidade da epilepsia no espectro ulegiria/cistos porencefálicos
Autor(es): Grave, Magali Teresinha Quevedo
Orientador: Palmini, André Luis Fernandes
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Data de Publicação: 2012
Palavras-chave: MEDICINA
NEUROCIÊNCIA
EPILEPSIA
ATIVIDADES COTIDIANAS
TRANSTORNOS MOTORES
CISTOS
LESÕES CEREBRAIS
Resumo: Introduction: Lesions hypoxic-ischemic pathologies can cause a higher or lesser degree, depending on when they occur. In postnatal insults, is the common occurrence of scarring, characterizing ulegyria and/or cysts porencephalic (U/PC).Objectives: To associate the location, extent and severity of brain injury in the spectrum U/PC, with characteristics of epilepsy, motor abnormalities and their impact on activities of daily living (ADLs).Methods: We evaluated 21 patients (15 men and 6 women, aged between 15 and 39 years, mean 25. 66 SD 7. 12) with epilepsy and brain injury by U/PC attending the epilepsy clinic of the Neurology Service São Lucas Hospital of the Catholic University of RS. All patients underwent MRI, EEG, motor and functional assessment. Results: Fifteen patients (71%) presented U, 2 (9. 8%) PC and 4 (19. 2%) U + PC. All EEGs were abnormal, with a predominance of slowing multilobar (66. 6%) and multilobar discharges (71%). The vast number of patients (47. 6%) had a combination of simple partial seizures (SPS), complex (CPS), evolving to secondarily generalized (GTS). Decreased balance and difficulty in performing activities of daily living were common to 21 patients. Conclusion: motor abnormalities resulting from brain damage, coupled with the occurrence of seizures impact the functional capacity of patients with U/PC.
Introdução: Lesões hipóxico-isquêmicos (HI) podem causar patologias em maior ou menor grau, dependendo do momento em que estes ocorrem. Em insultos pós-natais, é comum a ocorrência de lesões cicatriciais, caracterizando ulegiria e/ou cistos porencefálicos (U/CP).Objetivos: associar a localização, extensão e gravidade da lesão cerebral no espectro U/CP, com características da epilepsia, das alterações motoras e do impacto destas em atividades de vida diária (AVD).Métodos: Foram avaliados 21 pacientes (15 homens e 6 mulheres, com idades entre 15 e 39 anos, média de 25,66; DP = 7,12) com epilepsia e lesão cerebral por U/CP que frequentavam o ambulatório de epilepsia do Serviço de Neurologia do Hospital São Lucas da Pontifícia Universidade Católica do RS (PUCRS). Todos realizaram RNM, EEG, avaliação motora e funcional. Resultados: Quinze pacientes (71%) apresentaram U, dois (9,8%) CP e quatro (19,2%) U + CP. Todos os EEGs estavam alterados, com predomínio de lentificação multilobar (66,6%) e descargas multilobares (71%). A maioria dos pacientes (47,6%) apresentou combinação de crise parcial simples (CPS) e complexa (CPC), evoluindo para secundariamente generalizada (CSG). Equilíbrio diminuído e dificuldades na realização de atividades de vida diária foram comuns aos 21 pacientes. Conclusão: alterações motoras, advindas de lesões cerebrais, somadas a ocorrência de crises epilépticas impactam na capacidade funcional de pacientes com U/CP.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4375
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000444379-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo777,59 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.