Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4385
Tipo: doctoralThesis
Título: Efeito do plasma rico em plaquetas e da eritropoietina na regeneração do nervo ciático de ratos wistar
Autor(es): Colomé, Lucas Marques
Orientador: Silva, Jefferson Luis Braga da
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Data de Publicação: 2012
Palavras-chave: MEDICINA
PLASMA
ERITROPOIETINA
REGENERAÇÃO NERVOSA
NERVOS PERIFÉRICOS - LESÕES
NERVO CIÁTICO
RATOS - EXPERIÊNCIAS
Resumo: Injuries to the peripheral nervous system present a challenge for regenerative medicine. The study investigated the effects of platelet-rich plasma (PRP) and erythropoietin (EPO), alone or in combination, in the regeneration of peripheral nerve in rats. The work was developed in three phases using 70 rats. The first phase, evaluated the platelet concentration and growth factors production/release (TGF-β, PDGF, VEGF and αβ) in three protocols for obtaining PRP (A, B and C) obtained by aortic or cardiac puncture. Cardiac puncture in association with A protocol showed the best results. In the second stage, using best results methods at the first stage, was produced two PRP concentrations (1,000,000 and 2,000,000 platelets. μl-1; PRP1 and PRP2, respectively) for applying in the rats sciatic nerve. Comparison of concentrations with autologous nerve graft (ANG) and saline solution (SS) groups showed benefits in the use of PRP2. In the third phase (same experimental model) were added PRP2 + EPO and EPO groups. The animals of phases 1 and 2 were evaluated by walking track test and histomorphometric analysis (toluidine blue) and showed benefits in autologous nerve graft (ANG) with respect to tubulization (independent of regenerative factor). For tubularized animals, the study showed advantages for PRP and EPO simultaneous use followed by EPO group. Finally, it was observed that PRP 2,000,000 platelets. μl-1 has beneficial effects when compared to PRP 1,000,000 platelets. μl-1 for peripheral neuroregeneration rats.
Lesões ao sistema nervoso periférico representam um desafio para a medicina regenerativa. O estudo objetivou conhecer os efeitos do plasma rico em plaquetas (PRP) e da eritropoietina (EPO), isolados ou combinados, na regeneração do nervo periférico de ratos. O trabalho desenvolveu-se em três etapas utilizando 70 ratos. A primeira fase avaliou a concentração plaquetária e produção/liberação de fatores de crescimento (TGF-β, PDGF-αβ e VEGF) em três protocolos de obtenção do PRP (A, B e C) obtidos por punção aórtica ou cardíaca. A punção cardíaca em associação com protocolo A gerou os melhores resultados. Na segunda fase, usando os métodos com melhores resultados na primeira etapa, produziram-se duas concentrações de PRP (1. 000. 000 e 2. 000. 000 plaquetas. μl-1; PRP1 e PRP2, respectivamente) para aplicação no nervo ciático tubulizado de ratos. Comparação das concentrações entre si e com grupos auto enxerto (AE) e solução fisiológica (SF) evidenciaram benefícios no uso de PRP2. Na terceira fase (mesmo modelo experimental), foram adicionados os grupos EPO e EPO+PRP2. Os animais das fases 1 e 2 foram avaliados por teste de marcha e histomorfometria (azul de toluidina) e demonstraram que o auto enxerto apresentou benefícios sobre a tubulização (independente do fator regenerativo utilizado). Para os animais tubulizados, o estudo demostrou melhores resultados para o uso simultâneo de PRP e EPO, seguido do grupo EPO. Finalizando, observou-se que a aplicação de PRP na concentração de 2. 000. 000 plaquetas. μl-1 em comparação com 1. 000. 000 platelets. μl- 1 apresentou vantagens para neuroregeneração periférica de ratos.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4385
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000443023-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,18 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.