Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/4450
Tipo: masterThesis
Título: Associação entre estado nutricional, depressão e qualidade de vida de pacientes em hemodiálise
Autor(es): Barros, Annerose
Orientador: D'Avila, Domingos Otávio Lorenzoni
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Fecha de Publicación: 2010
Palabras clave: MEDICINA
NEFROLOGIA
NEFROPATIAS
DIÁLISE RENAL
FATORES DE RISCO
NUTRIÇÃO
QUALIDADE DE VIDA
DEPRESSÃO
Resumen: Introdução: A hemodiálise (HD) tem significativo impacto físico, psicológico e social para os pacientes. A redução da qualidade de vida (QV) depende de vários fatores, como desnutrição, depressão e distúrbios metabólicos. Objetivo: Este estudo teve como objetivo avaliar o estado nutricional, a QV, sintomas depressivos e determinar as possíveis relações com outros fatores de risco para mau prognóstico, em pacientes estáveis em HD. Métodos: Estudo transversal, em único centro de diálise, envolvendo 59 pacientes em HD. Foram avaliados dados laboratoriais, QV e sintomas depressivos, além do estado nutricional e composição corporal – pelo método direto de impedância bioelétrica segmentar multi-frequência (DSM-BIA). Os pacientes foram classificados pela DSM-BIA como desnutridos, padrão, sobrepeso ou obesos. As diferenças entre os grupos foram avaliadas por ANOVA. Resultados: Sete pacientes são desnutridos, 19 padrão, 19 com sobrepeso e 14 obesos. Os níveis de triglicerídeos foram significativamente diferentes entre os grupos [1,06 (0,98-1,98), 1,47 (1,16-1,67), 2,53 (1,17-3,13), 2,12 (1,41-2,95) mmol/L, respectivamente; p=0,026] e Kt/V entre desnutridos, sobrepeso e obesos (1,49±0,14; 1,23±0,19; 1,19±0,22; p=0,015 e p=0,006, respectivamente). Sintomas depressivos, QV, nível de inflamação ou níveis de fosfato não foram diferentes entre os grupos. Creatinina, albumina e fosfato, se correlacionaram fortemente, bem como percentagem de gordura corporal (PGC), índice de massa corporal (IMC) e circunferência da cintura (CC) [r=0,859; (p<0,001) e r=0,716 (p<0,001), respectivamente].Sintomas depressivos e domínios físico e psicológico da QV também se correlacionaram fortemente [rs= -0,501 (p<0,001); rs= -0,597 (p<0,001), respectivamente]. Conclusões: A maior parte dos pacientes tem sobrepeso e obesidade. As medidas de IMC, PGC e CC, apesar de diferentes, forma relacionadas. Inflamação foi altamente prevalente. Marcadores de sintomas depressivos e QV não foram diferentes entre os grupos nutricionais.
Background: Hemodialysis therapy (HD) significantly impacts on patients physical, psychological and social performances. This reduced quality of life (QOL) depends on several factors, such as malnutrition, depression and metabolic derangements. Objective: This study aimed at evaluating the nutritional status, QOL, depressive symptoms and determining possible relationships with other risk factors for poor outcome, in stable HD patients. Design: A single-center, cross-sectional study that enrolled 59 adult patients on HD. Laboratory data, QOL and depressive symptoms evaluation, besides nutritional status and body composition - direct segmental multifrequency bioimpedance analysis (DSM-BIA) - determinations were performed. Patients were classified as underfat, standard, overfat or obese by DSM-BIA. Group differences were evaluated by one way ANOVA. Results: Seven patients were underfat, 19 each standard or overfat and 14 obese. Triglycerides levels significantly differed among all groups [1. 06 (0. 98-1. 98), 1. 47 (1. 16-1. 67), 2. 53 (1. 17-3. 13), 2. 12 (1. 41-2. 95) mmol/L, respectively; P=0. 026] and Kt/V between underfat and overfat or obese (1. 49±0. 14; 1. 23±0. 19; 1. 19±0. 22; P=0. 015 and P=0. 006, respectively). Depressive symptoms, QOL, levels of inflammation or phosphate levels did not diverge among classes. Creatinine, albumin and phosphate strongly correlated, as well as percent body fat (PBF), body mass index (BMI) and waist circumference (WC) [r=0. 859; (P<0. 001) and r=0. 716 (P<0. 001), respectively].Depressive symptoms and physical and psychological QOL domains also strongly correlated [rs= -0. 501 (P<0. 001); rs= -0. 597 (P<0. 001), respectively]. Conclusions: A majority of patients was overfat and obese. BMI, PBF and WC measured different, yet related parameters. Inflammation was highly prevalent. Markers of depressive symptoms and QOL did not differ among nutritional groups.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4450
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000422702-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo806,16 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.