Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/4458
Tipo: masterThesis
Título: Impacto da infusão intraportal de células mononucleares de medula óssea em modelo de cirrose induzida em ratos
Autor(es): Maggioni, Lucas Spadari
Orientador: Machado, Denise Cantarelli
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Fecha de Publicación: 2009
Palabras clave: MEDICINA
CIRROSE HEPÁTICA
TERAPIA CELULAR
LEUCÓCITOS
MEDULA ÓSSEA
TRANSPLANTE
CÉLULAS-TRONCO
EPIDEMIOLOGIA EXPERIMENTAL
RATOS DE WISTAR
Resumen: Introduction: The only curative treatment currently available for cirrhotic patients is liver transplantation. However, there are limitations with this treatment, making necessary the development of new methods. Acumulating evidence indicates that stem cell transplantation is therapeutically effective in chronic liver diseases. The objective of this study was to evaluate the potential of intraportal transplantation of bone marrow mononuclear cells in an induced cirrhosis model in rats. Methods: Twenty-four female Wistar rats, 14 days after ligation of the common bile duct were randomized to perform a transplantation of 1x107 mononuclear cells from bone marrow obtained from male Wistar rats or saline infusion by the portal route, guided by echography. On the 28th day of the experiment, the rats were sacrificed and serum albumin, bilirubin and aminotransferases were quantified. The area of hepatic fibrosis was determined by picrosirius red staining, and the identification of cells derived from male bone marrow was performed by immunohistochemical staining with anti-Sox 18 antibody. Results: After transplantation, a strong hepatic repopulation with cells from the donor bone marrow was detected in 75% of the treated rats. There was a significant reduction in the area of fibrosis in the cell therapy group (P=0. 036), without alteration in the biochemical parameters. However, when evaluating the group showing incorporation of bone marrow cells, besides a reduction in fibrosis (P=0. 043), there was an increase in serum albumin levels (P=0. 008).Conclusion: Intraportal transplantation of mononuclear bone marrow cells can be an effective treatment for hepatic repopulation, reduction of fibrosis, and increase in serum albumin, making this a potential alternative therapy for human cirrhosis.
Introdução: O único tratamento curativo disponível atualmente para pacientes cirróticos é o transplante hepático. Existem, entretanto, limitações na aplicação desta terapêutica, tornando necessário o desenvolvimento de novos métodos. Evidências crescentes têm demonstrado que o transplante de células-tronco pode tornar-se uma terapia eficaz em hepatopatias crônicas. O objetivo deste estudo é avaliar o potencial do transplante intraportal de células mononucleares de medula óssea em modelo de cirrose induzida em ratos. Metodologia: Vinte e quatro ratos Wistar fêmeas, quatorze dias após a ligadura de ducto biliar comum, foram randomizados para realização de transplante de 1x107 células mononucleares de medula óssea de ratos Wistar machos ou infusão salina através da veia porta, orientada por ecografia. No 28º dia do experimento os ratos foram sacrificados, com quantificação de albumina, bilirrubinas e aminotransferases séricas, além da aferição quantitativa da área de fibrose hepática através do picrossirius e identificação das células derivadas da medula óssea com a realização de imunohistoquímica com Anti-Sox 18. Resultados: Após o transplante verificou-se forte repovoamento hepático com células da medula óssea do doador em 75% dos ratos. Houve redução significativa da área de fibrose no grupo da terapia celular (P=0,036), sem alteração nos parâmetros bioquímicos. Quando, entretanto, avaliaram-se os grupos pela incorporação de células da medula óssea, além da redução da fibrose (P=0,043) houve aumento dos níveis séricos de albumina (P=0,008) no grupo que apresentou repopulação. Conclusão: O transplante intraportal de células mononucleares de medula óssea pode ser uma terapêutica eficaz para repopulação hepática, redução da fibrose e aumento da albumina sérica, podendo torna-se alternativa para o tratamento de cirrose em humanos.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4458
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000418376-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,72 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.