Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4461
Tipo: doctoralThesis
Título: Associação do uso de antiinflamatórios não esteróides e nefropatia induzida por contraste em pacientes submetidos a cateterismo cardíaco
Autor(es): Diogo, Luciano Passamani
Orientador: Saitovitch, David
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: MEDICINA
NEFROPATIAS
ANTIINFLAMATÓRIOS
FATORES DE RISCO
INSUFICIÊNCIA RENAL
MEIOS DE CONTRASTE
OBESIDADE MÓRBIDA
ESTUDOS DE COORTES
CATETERISMO
CIÊNCIA
Resumo: Objetivos: investigar na literatura a relação entre a utilização do antiinflamatório não esteróide e a nefropatia induzida por contraste. Fonte de dados: PUBMED Síntese dos dados: O aumento do uso de meios de contrastes para procedimentos diagnósticos e terapêuticos incrementou os casos de nefropatia induzida por contraste (NIC). Entre as estratégias utilizadas para diminuir sua incidência, há a eliminação de fatores de risco como os antiinflamatórios não esteróides (AINES). Apesar de ser considerado fator de risco para NIC, há pouca evidência desta afirmação. Na literatura observar-se prevalecer à lógica na qual a exposição a dois fatores de risco para um desfecho aumenta seu risco, como uma soma aritmética. Esta idéia é difundida, visto que são vários os autores que o afirmam. Todavia, no Mieloma Múltiplo esta teoria não se sustentou se averiguando ser a insuficiência renal prévia destes pacientes o fator associado. Conclusões: Como não há evidencia que sustente a firmação de que os AINES são fator de risco para NIC e havendo aumento na demanda da utilização dos exames contrastados com uma grande prevalência de uso dos AINES na população em geral fazem-se necessário a investigação com estudos mais adequados a fim de responder esta questão.
Aims: Investigate in the literature the association between Nonsteroidal antiinflammatory and contrast media nephropathy. Source of data: PUBMED. Summary of the findings: The increase in the use of Media of contrasts for diagnostic and therapeutic procedures increased the cases of contrast-induced nephropathy (CIN). Among the strategies used to reduce its incidence, there is the elimination of risk factors such as non-steroidal anti-inflammatory drugs (NSAIDs). Despite being considered a risk factor for CIN, there is little evidence of this assertion. In literature pointed out the logic prevail in which the exposure to two risk factors for an outcome increases their risk, as a sum arithmetic. This idea is widespread, as are several authors argue that. However, in Multiple Myeloma this theory fall, because was a prior chronic renal disease of these patients the actual risk factor. Conclusions: Once there is no evidence who sustain the affirm that NSAIDs are risk factor for development of CIN, and the increased use of examinations contrasted and the high prevalence of use of NSAIDs in the general population, it is necessary a systematic research on the subject.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4461
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000402767-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo360,95 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.