Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/457
Type: masterThesis
Title: Resistência à fratura de dentes com preparos cavitários MOD restaurados com resina composta e fibra de vidro
Author(s): Rodrigues, Fausto Borges
Advisor: Burnett Junior, Luiz Henrique
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Issue Date: 2007
Keywords: ODONTOLOGIA
RESTAURAÇÃO DENTÁRIA
MATERIAIS DENTÁRIOS
ENDODONTIA
CAVIDADES DENTÁRIAS - PREPARAÇÃO
FRATURAS DENTÁRIAS
RESINAS COMPOSTAS
FIBRAS DE VIDRO
RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS (ODONTOLOGIA)
Abstract: A proposta deste estudo foi avaliar o efeito de dois tipos de fibras, uma trançada e outra unidirecional, inseridas no interior de cavidades MOD padronizadas na resistência à fratura de dentes molares tratados endodonticamente. Noventa dentes terceiros molares hígidos foram selecionados e montados em blocos acrílicos, sendo estes divididos em seis grupos de quinze (n=15). No grupo G1, os dentes mantiveram-se hígidos (controle). Os grupos G2, G3, G4, G5 e G6 receberam preparos cavitários MOD padronizados, sendo que nos grupos G3, G4, G5 e G6 foram realizados tratamentos endodônticos. Após o preparo dos dentes, estes foram restaurados com resina composta, no grupo G4, e no grupo G5 e G6 foram inseridas dois tipos de fibras, uma trançada e outra unidirecional, respectivamente. Após, os corpos de prova foram submetidos ao ensaio de resistência à fratura. Avaliou-se, também, qualitativamente as falhas classificando-as em fratura de cúspide, assoalho e cúspide mais assoalho, após o ensaio mecânico. Os resultados (N) obtidos foram (médias seguidas de mesma letra não apresentam diferença estatística para Anova e Tukey (p<0,05): Grupo G1 (4960)a, Grupo G2 (1926,20)b, Grupo G3 (612,84)c, Grupo G4 (1813,9)b, Grupo G5 (2024)b, Grupo G6 (1879)b. Conclui-se que a utilização de fibras trançadas ou unidirecionais no interior de cavidades MOD de dentes com tratamento endodôntico não melhora a resistência a compressão apresentando um padrão de fratura de assoalho mais cúspide não favorável à recuperação da peça dentária.
The aim of this study was to evaluate in vitro the effect of two types of glass fibers, unidirectional or woven, placed inside of MOD cavity preparations on fracture strength of endodontically treated molars, either restored with composite resin, or not. Ninety sound human third molars were extracted, embedded in acrylic resin blocks and randomly assigned to six groups (n=15). Group 1 G1 (sound teeth), control. Groups G2, G3, G4, G5 e G6 were subjected to the following procedures: G2 – MOD cavity preparation; G3 – MOD and endodontic treatment (ET); G4 –MOD + ET + composite resin restoration (CR); G5 – MOD + ET + unidirectional fiber (UF) + CR; G6 - MOD + ET + woven fiber (WF) + CR. The specimens were stored in physiological serum at 37oC for 24 hours. Later, a compressive force was applied by means of a universal testing machine at 1 mm/min speed, parallel to the long axis of the teeth until the fracture occurred. After mechanical test three types of fractures were classified: 1) pulp chamber floor; 2) cusp; 3) pulp chamber floor and cusp. The means of results (N) followed by the same letter do not represent a statistical difference by ANOVA and Tukey (p<0,05): G1 (4960)a, G2 (1926. 20)b, G3 (612. 84)c, G4(1813. 9)b, G5 (2024)b, G6 (1879)b. In the analysis of qualitative variables of G5 and G6, there was a tendency to fracture in the pulp chamber floor and cusp not benefic to restore the tooth integrity. It is possible conclude that inserting the unidirectional or woven glass fibers into MOD cavity preparations and restored with composite resin the fracture strength is similar to that obtained in molars filled with composite resin only.
URI: http://hdl.handle.net/10923/457
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000392253-0.pdfTexto Completo793,95 kBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.