Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4579
Registro Completo de Metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorFigueiredo, Carlos Eduardo Poli deen_US
dc.contributor.authorPaula, Letícia Germanyen_US
dc.date.accessioned2013-08-07T19:05:48Z-
dc.date.available2013-08-07T19:05:48Z-
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10923/4579-
dc.description.abstractObjective: To characterize a group of women who developed eclampsia and to compare them with a group that had preeclampsia syndrome. Methods: The records of patients delivered at Hospital São Lucas from PUCRS were reviewed retrospectively and the charts of 733 pregnant women with hypertension were selected; 424 had a diagnosis of preeclampsia syndrome and 52, of eclampsia. Results: Patients with eclampsia and preeclampsia were different in several clinical, laboratorial and demographic aspects. Those with eclampsia were younger, had fewer pregnancies and lower weights. Mean values of systolic and diastolic blood pressure were markedly higher in the eclampsia group. The occurrence of HELLP syndrome was significantly different between groups, with a higher risk in the eclampsia group. Mean urinary protein excretion was also above severity thresholds in hypertensive pregnancies. Patients with eclampsia had higher serum uric acid levels, were more likely to have cesarean section, and had worst perinatal outcomes. The combination of uric acid equal or above 6 mg/dL and proteinuria/creatininuria ratio (PCR) equal or above 5 had a striking association with eclampsia according to logistic regression. Maternal age below 16 years was also a risk. Conclusion: Our data strongly suggest that the combination of maternal serum uric acid above 5. 9 mg/dL and proteinuria-to-creatininuria ratio equal or above 5 pose special risk to mothers and may be an indication that pregnancy interruption should be considered.en_US
dc.description.abstractOBJETIVO: Caracterizar um grupo de pacientes que apresentaram eclâmpsia e compará-lo com um grupo de pacientes com pré-eclâmpsia. PACIENTES E MÉTODOS: Foram revisados retrospectivamente os prontuários de 733 pacientes com hipertensão na gravidez; 424 foram consideradas com pré-eclâmpsia e 52, com eclâmpsia. RESULTADOS: Pacientes com eclâmpsia e pré-eclâmpsia foram diferentes em aspectos demográficos, clínicos e laboratoriais. As pacientes com eclampsia eram mais jovens, tinham menos gestações e menor peso. Os valores das pressões sistólica e diastólica foram significativamente mais elevados no grupo das eclâmpticas. A proteinúria foi significativamente maior no grupo das pacientes com eclampsia, bem como a ocorrência de síndrome HELLP. Também apresentaram ácido úrico sérico mais elevado, maior incidência de cesarianas, e desfechos perinatais mais desfavoráveis. A idade materna abaixo de 16 anos foi fator de risco para a ocorrência de eclampsia. A combinação de ácido úrico sérico materno igual ou maior que 6 mg/dL e índice proteinúria/creatininúria igual ou superior a 5 demonstrou forte associação com a ocorrência de eclâmpsia, demonstrado pela regressão logística. CONCLUSÃO: A combinação de ácido úrico sérico materno igual ou superior a 6 e índice proteinúria/creatininúria em amostra igual ou superior a 5 estão fortemente associados ao desenvolvimento de crise eclâmptica e a interrupção da gestação deve ser considerada, dentro de um contexto clínico completo, mesmo na presença de prematuridade.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.subjectMEDICINApt_BR
dc.subjectECLAMPSIApt_BR
dc.subjectPRÉ-ECLÂMPSIApt_BR
dc.subjectHIPERTENSÃO ARTERIALpt_BR
dc.titleEclâmpsia e pré-eclâmpsia: estudo comparativo e experiência no Hospital São Lucas da PUCRSpt_BR
dc.typedoctoralThesispt_BR
dc.degree.grantorPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúdept_BR
dc.degree.levelDoutoradopt_BR
dc.degree.date2010pt_BR
dc.publisher.placePorto Alegrept_BR
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000427853-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo911,84 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.