Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4657
Tipo: masterThesis
Título: Efeito do aleitamento materno no desenvolvimento de asma e atopia
Autor(es): Strassburger, Simone Zeni
Orientador: Stein, Renato Tetelbom
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança
Data de Publicação: 2006
Palavras-chave: MEDICINA
AMAMENTAÇÃO
NUTRIÇÃO DA CRIANÇA
HIPERSENSIBILIDADE
CRIANÇAS - DOENÇAS
ASMA
DERMATITE
LACTENTE
Resumo: Objective: Verify the association between breastfeeding and the development of asthma and allergies to the 4 years of age Method: Study carried through in children participants of birth cohort in São Leopoldo – RS, beginning on 2002. A group of children (intervention) received, during the first year of life, diet orientations based on “Ten Steps of Healthy Alimentation to Children Younger than 2 Years Old”, of Brazil Healthy Ministry, with emphasis on exclusive breastfeeding, and another group (control) was accompanied during the first year of life. Children that completed the first phases of study, at present with 4 years old, were revisited by trained interviewed for the attainment of data connected to breathing problems (based on ISSAC – International Study of Asthma and Allergy in Childhood), answered by their parents or relatives. Children also realized skin-prick test to common ambient allergens. Results: From total of 397 visited children on their first year of life on the original project, 347 were revisited on their forth year (87,4%) of São Leopoldo cohort. Group that suffered the intervention consisted of 163 children on the first year, and 146 (89,5%) answered to the questionnaire about breathing problems at 4 years old. Control group of the first year were formed by 234 children and on 4 years old, 201 children (85,9%) answered to the questionnaire. The middle age of children was of 3,97 (±0,27). From total of 347 children revisited, 328 realized skin-prick test (94,5%) and 94 (28,7%) presented at least one positive test. Did not have evidence of statistics difference between the groups in relation to positive skin-prick test, maternal history of asthma, weezing on last 12 months, active asthma, bronchiolitis some time of the life, hospitalizations by bronchiolitis and hospitalizations by pneumonia. The average in months of exclusive brestfeeding on intervention group was 3,3 months (±2,3), while on control group the average was 2,47 months (±2,1, p`0,01). Exclusive breastfeeding didn’t show significative association with asthma development, weezing or allergy. Breastfeeding, with water and tea addition was more prolonged and had showed itself conversely associated to positive skin-prick test (p`0,05). Conclusions: The duration of the breastfeeding showed protective effect in the atopia development.
Objetivo: Verificar a associação entre aleitamento materno e o desenvolvimento de asma e alergias aos 4 anos de idade. Método: Estudo realizado em crianças participantes de uma coorte de nascimento na cidade de São Leopoldo-RS, iniciada em 2002. Um grupo de crianças (intervenção) recebeu, durante o primeiro ano de vida, orientações dietéticas baseada nos “Dez Passos da Alimentação Saudável para Crianças Menores de Dois Anos”, do Ministério da Saúde do Brasil, com ênfase na amamentação exclusiva, e outro grupo (controle) foi acompanhado durante o primeiro ano de vida. As crianças que completaram a primeira fase do estudo, atualmente com 4 anos de idade, foram revisitadas por entrevistadores treinados para a obtenção dos dados relacionados a problemas respiratórios (baseado no questionário ISSAC- International Study of Asthma and Allergy in Childhood), respondido por seus pais ou familiares. As crianças também realizaram testes cutâneos para alergenos ambientais comuns. Resultados: Do total de 397 crianças visitadas no primeiro ano de vida no projeto original, 347 foram revisitadas aos 4 anos (87,4%) da coorte de São Leopoldo. O grupo que sofreu a intervenção constava 163 crianças no primeiro ano, e 146 (89,5%) responderam ao questionário sobre problemas respiratórios aos 4 anos de idade. O grupo controle do primeiro ano era formado por 234 crianças e aos 4 anos, 201 crianças (85,9%) responderam ao questionário. A idade média das crianças foi de 3,97 (±0,27). Do total das 347 crianças revisitadas, 328 realizaram os testes cutâneos (94,5%), e 94 (28,7%) apresentaram ao menos um teste positivo. Não houve evidência de diferença estatística entre os grupos com relação à teste cutâneo positivo, história materna de asma, sibilância nos últimos 12 meses, asma ativa, bronquiolite alguma vez na vida, hospitalizações por bronquiolite e hospitalizações por pneumonia.A média em meses do aleitamento materno exclusivo do grupo intervenção foi de 3,3 meses (±2,3), enquanto que no grupo controle a média foi de 2,47 meses (±2,1, p£ 0,01). Aleitamento materno exclusivo não mostrou associação significativa com o desenvolvimento de asma, sibilância ou alergia. Aleitamento materno, com acréscimo de água e chá foi mais prolongado e se mostrou inversamente associado à teste cutâneo positivo (p£ 0,05). Conclusões: A duração do aleitamento materno mostrou efeito protetor no desenvolvimento de atopia.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4657
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000386562-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo407,57 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.