Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/468
Tipo: masterThesis
Título: Avaliação da resistência de união entre infra-estrutura de zircônia e cerâmica de cobertura comparado com um sistema metalo-cerâmico
Autor(es): Carlucci, Cristiano Lages
Orientador: Oshima, Hugo Mitsuo Silva
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: ODONTOLOGIA
RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS (ODONTOLOGIA)
MATERIAIS DENTÁRIOS
CERÂMICA DENTÁRIA
Resumo: The aim of this in vitro study was to evaluate the bond strength interface between the veneering and core zirconia ceramic of a system metal free compared to metal-ceramic system. For this, 40 blocks were made of zirconia (Procera Zirconia), where 32 without color and 8 color have A2) and 8 blocks of metal (alloy Viron 99), all the dimensions (10 x 10 x 2 mm). Samples of zirconia were divided into 5 groups (8 each), and received different preparations: Group 1 (zirconia without color): application of the dentin; Group 2 (zirconia A2 color): application of the dentin; Group 3 (zirconia without color): application of liner + dentin; Group 4 (zirconia without color): application of dentin + liner on the inner surface; Group 5 (zirconia without color): wear diamond drill + liner + dentin. As a control group: metal-ceramic (IPS Dsign Viron 99 + dentin A2). After sintering of ceramics according to the manufacturer, the samples were subjected to analysis of shear strength tests performed on machine EMIC DL 2000, where results were obtained in MPa. Through photographs and SEM with magnitude of 37X, 200X and 2000X as the type of failure that occurred at the interface core and veneering ceramic. When submitting the results to the ANOVA, it was possible to observe that there were statistically significant differences between groups (p=0,000). According to Tukey's test, the control group had the highest values of tensile bond strength, statistically different (P<0. 05) than other groups of zirconia. The groups of zirconia showed no statistical difference between them (p>0. 05). Group 2 had the highest average among the zirconia and group 4 had the lowest average of all groups. The flaws found in the joint interface were 100% in all samples and only 1 sample of group 2 it was cohesive failures in the core of zirconia. It was concluded that the control group showed a tensile bond strength approximately 50% higher than all groups of zirconia tested.
O objetivo deste estudo in vitro foi avaliar a resistência de união entre infraestrutura de zircônia e cerâmica de cobertura de um sistema livre de metal comparado com um sistema metalo-cerâmico. Para isso, foram confeccionados 40 blocos de zircônia (Procera Zirconia), onde 32 não possuíam cor e 8 possuíam cor A2) e 8 blocos metálicos (liga Viron 99), todos nas dimensões (10 x 10 x 2 mm). As amostras de zircônia foram divididas em 5 grupos (8 em cada), e receberam diferentes tratamentos: Grupo 1 (zircônia s/ cor): aplicação da dentina; Grupo 2 (zircônia c/ cor): aplicação da dentina; Grupo 3 (zircônia s/ cor): aplicação do liner + dentina; Grupo 4 (zircônia s/ cor): aplicação do liner + dentina na superfície interna; Grupo 5 (zircônia s/ cor): desgaste com broca diamantada + liner + dentina. Como Grupo Controle: metalo-cerâmica (viron 99 + IPS Dsign dentina A2). Após sinterização das cerâmicas de acordo com o fabricante, as amostras foram submetidas ao teste de resistência ao cisalhamento realizados em máquina de ensaios EMIC DL 2000, onde os resultados foram obtidos em MPa. Através de fotografias e de MEV com magnitude de 37X, 200X e 2000X foi verificado o tipo de falha que ocorreu na interface infra-estrutura e cerâmica de cobertura. Ao submeter os resultados ao teste ANOVA, foi possível observar que houve diferenças estatisticamente significantes entre os grupos (p=0,000). De acordo com teste de Tukey, o grupo controle obteve os maiores valores de resistência de união, estatisticamente diferente (p<0,05) aos demais grupos de zircônia. Os grupos de zircônia não apresentaram diferença estatística entre si (p>0,05). O grupo 2 apresentou a maior média entre os grupos de zircônia e o grupo 4 apresentou a menor média de todos os grupos testados. As falhas encontradas na interface foram 100% mistas em todas amostras e apenas 1 amostra do grupo 2 constatou-se falhas coesivas na infra-estrutura de zircônia. Concluiu-se que o grupo controle mostrou uma resistência de união aproximadamente 50% maior que todos os grupos de zircônia testados.
URI: http://hdl.handle.net/10923/468
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000425713-0.pdfTexto Completo1,74 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.