Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4706
Tipo: masterThesis
Título: Efeitos do esteróide anabolizante associado à fisioterapia no desmame da ventilação mecânica em crianças
Autor(es): Franz, Flávia
Orientador: Garcia, Pedro Celiny Ramos
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança
Data de Publicação: 2011
Palavras-chave: MEDICINA
PEDIATRIA
ANABOLIZANTES
ESTUDOS DE COORTES
RESPIRAÇÃO ARTIFICIAL
DESMAME DO RESPIRADOR
INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA
UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA PEDIÁTRICA
REABILITAÇÃO (MEDICINA)
Resumo: AIM: To verify the effects of an anabolic steroid (nandrolone decanoate) associated to physical therapy in prolonged mechanical ventilation weaning in children. METHODS: This is a historical observational cohort study. Twenty nine children with difficult weaning or that showed high numbers of extubation failure needing repeated ventilatory support were included in the study. As they showed two or more dysfunctions they were classified according to the score: systemic (characterized by malnutrition), respiratory, cardiac, neurologic and musculoskeletal dysfunctions. All children were submitted to respiratory and motor therapy 2 to 3 times a day. Parameters as time and ventilation weaning, extubation failures, weight gain, length of hospitalization and survival were evaluated. RESULTS: The length of mechanical ventilation before and after the use of anabolic steroid was similar (p=0. 758). The number of failures before the use of AS was significant higher when compared to after AS (P<0. 001). After the use of the drug 20 children (69%) did not show any failure at the moment of mechanical ventilation removal. Twenty six children (89. 7%) showed success in weaning and three did not respond to the treatment. After the first dose of AS until mechanical ventilation removal and hospital release the patients showed significant weight gain (p<0. 05). Tracheostomized children showed higher length of mechanical ventilation (p<0. 001) however, this result did not interfere in mortality rate. After one year of treatment, 73. 1% survived. After twenty months the survival probability was of 50. 3% and after this period no modifications were observed. All death occurred in this 20 months interval. CONCLUSION: the use of AS associated to a MV weaning protocol can facilitate MV weaning and improve strength and resistance performance of children who stayed for long periods in MV. It promotes weight gain and reduces the number of MV extubation failure and it is efficient in children showing malnutrition with multiple dysfunctions and critically sick. It is not associated to the increase of mortality.
OBJETIVO: Verificar os efeitos de um esteróide anabolizante (decanoato de nandrolona) associado a um protocolo de desmame da ventilação mecânica prolongada em crianças.MÉTODO: Estudo de coorte histórico observacional. Vinte e nove crianças em desmame difícil ou que apresentaram um grande número de falhas de extubação, necessitando de suporte ventilatório repetidos foram incluídas no estudo. Como apresentavam duas ou mais disfunções, foram classificadas conforme escore: disfunções sistêmicas (caracterizada pela desnutrição), respiratórias, cardíacas, neurológicas e musculoesqueléticas. Todas as crianças do estudo realizavam fisioterapia respiratória e motora de 2 a 3 vezes ao dia. Foram avaliados parâmetros de tempo e desmame da ventilação, falhas de extubação, ganho de peso, tempo de internação e sobrevida. RESULTADOS: Os tempos de VM pré e pós EA foram semelhantes (p=0,758). O número de falhas pré EA foi significativamente maior que os pós EA (p<0,001). Após o uso da droga, 20 crianças (69%) não tiveram mais falhas na saída da VM. Vinte e seis crianças (90%) obtiveram sucesso no desmame e 3 não responderam ao tratamento. Após a primeira dose do EA até a saída da VM e alta, os pacientes apresentaram significativo ganho de peso (p<0,05). As crianças traqueostomizadas tiveram um maior tempo de VM (p<0,001), entretanto isto não interferiu na mortalidade. Após um ano do tratamento 73,1% do total da amostra sobreviveram. Após os 20 meses a probabilidade de sobrevida foi de 50,3% e após esse período não se observou modificação. Todos os óbitos ocorreram neste intervalo de 20 meses. CONCLUSÃO: O uso do EA associado a um protocolo de desmame da VM pode facilitar o desmame, e o desempenho de força e resistência de crianças que permanecem longo tempo em VM. Promove incremento de peso, reduz número de falhas na saída da VM e mostra-se eficaz, na reabilitação de crianças desnutridas, com múltiplas disfunções e criticamente doentes. Sem associação com aumento de mortalidade.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4706
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000436101-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo699,07 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.