Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4725
Tipo: masterThesis
Título: Avaliação de um modo de ventilação mecânica experimental em ventilador convencional
Autor(es): Rovaris, Fernanda Velho
Orientador: Fiori, Humberto Holmer
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança
Data de Publicação: 2011
Palavras-chave: MEDICINA
PEDIATRIA
VENTILAÇÃO MECÂNICA (MEDICINA)
DOENÇA DA MEMBRANA HIALINA
LAVAGEM BRONCOALVEOLAR
PREMATUROS
Resumo: Objective: Compare two methods of mechanical ventilation in newborn pigs with severe lung disease in an animal model of hyaline membrane disease. Methods: Nine newborn pigs, male, mean weight 1720g, were included in the study, anaesthetized and artificially depleted of endogenous surfactant, through successive lung lavages with saline solution to achieve a PaO2 <60 mmHg on ventilation with 100% oxygen and TME <100 (stable microbubble test) in tracheal aspirate. Subsequently, pigs were divided into (1) short inspiratory time group (n = 5) and (2) conventional ventilation group (n = 4). Blood gases and ventilatory mechanics were assessed before and after of the lung lavage and after 60 and 120 minutes of treatment. Morphometric analysis was performed after removal of the lungs. Statistical tests were t test and ANOVA. Results: The characteristics of the animals were similar in both groups and there was no significant difference in the values of arterial blood gases and ventilatory mechanics in the four moments of the study, but the group 2 showed a tendency to hyperventilation. Conclusion: In this study, all animals developed severe lung disease and showed a significant improvement in both modes of ventilation.
Objetivo: Comparar dois métodos de ventilação mecânica em porcos recém-nascidos com doença pulmonar grave, em um modelo animal de doença da membrana hialina.Métodos: Nove porcos recém-nascidos, sexo masculino, peso médio 1720g, foram incluídos no estudo, anestesiados e artificialmente depletados de surfactante endógeno, através de sucessivas lavagens pulmonares com soro fisiológico, até atingir uma PaO2 < 60 mmHg em ventilação com 100% de oxigênio e TME < 100 (teste das microbolhas estáveis) no aspirado traqueal. Posteriormente, os porcos foram divididos em (1) grupo tempo inspiratório curto (n=5) e (2) grupo em ventilação convencional (n=4). Gasometrias e mecânica ventilatória foram avaliadas antes e após a lavagem pulmonar e após 60 e 120 minutos de tratamento. Foi realizado análise morfométrica após a retirada dos pulmões. Os testes estatísticos utilizados foram teste t e ANOVA. Resultados: As características dos animais eram semelhantes nos grupos e não houve diferença significativa nos valores das gasometrias arteriais e da mecânica ventilatória nos quatro momentos do estudo, mas o grupo 2 apresentou uma tendência à hiperventilação. Conclusão: Neste estudo, todos os animais desenvolveram doença pulmonar grave e apresentaram melhora significativa nos dois modos de ventilação.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4725
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000432631-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,26 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.