Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/4833
Type: doctoralThesis
Title: Residência multiprofissional em saúde: de aventura quixotesca à política de formação de profissionais para o SUS
Author(s): Pasini, Vera Lúcia
Advisor: Guareschi, Neuza Maria de Fátima
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Issue Date: 2010
Keywords: PSICOLOGIA SOCIAL
FORMAÇÃO PROFISSIONAL
SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE
APRENDIZAGEM
SUBJETIVIDADE
Abstract: Esta tese apresenta uma cartografia dos processos de formação em Residências Multiprofissionais em Saúde (RMS), tomando a Residência Integrada em Saúde do Grupo Hospitalar Conceição (RIS/GHC) como caso-pensamento que a coloca em movimento. O percurso da escrita revisita acontecimentos na história das RMS desde a década de 1970, registrando elementos significativos em relação a esta proposta, que inicialmente se apresentava como uma aventura proposta por poucos e nos anos 2000 emerge como uma política de formação de profissionais para o SUS. Discutem-se as ferramentas conceituais que sustentam as políticas de aprendizagem presentes neste processo de formação e seus efeitos sobre os processos de produção de subjetividade dos aprendizes e ensinantes envolvidos. A partir dos elementos tomados em análise pelo processo cartográfico são apresentados alguns desafios presentes nas RMS e que apontam para a produção de subjetividades inventivas: a formação em serviço, o trabalho em equipe e a ampliação do conceito de saúde, que se impõe a partir da emergência do SUS. As RMS são consideradas, mais do que espaços de absorção de informações, conhecimentos, modelos, que resultam em especialistas, como um tempo para a reinvenção de si e do mundo, através da crítica ao modelo de racionalidade moderna ainda presente na atenção em saúde e nos processos de ensino-aprendizagem na saúde.
This thesis presents a cartography of the development processes in Health Multiprofessional Residences, taking the Health Integrated Residency of the Conceição Hospital Group, as a case-idea that moves it on. The written journey revisits the history of the HMR‟s since the seventies, registering meaningful events in relation to this proposition. Such proposition, that initially presents itself as an adventure proposed by a few people, nowadays emerges as a professional development policy for the Unified Health System (SUS). In this thesis are discussed the conceptual tools that support the learning policies present in this development process and their effects on the process of subjectivity production of the involved learners and teachers-learners. As from the elements analyzed by the cartographic process, some challenges that have been made by the Health Multiprofessional Residences are presented and they point to the production of inventive subjectivities. These are: at work development, teamwork and the enlargement of the health concept which impose themselves as from the “SUS” emergency. The Health Multiprofessional Residences are considered, more than spaces for the assimilation of information, knowledge and models which will result in experts, as a time for the reinvention of oneself and the world, through the criticisms of the model of modern rationality still present in healthcare and in the process of teaching-learning in health.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4833
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000425610-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,53 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.