Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4906
Registro Completo de Metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorOliveira, Margareth da Silvaen_US
dc.contributor.authorWagner, Marcia Fortesen_US
dc.date.accessioned2013-08-07T19:08:37Z-
dc.date.available2013-08-07T19:08:37Z-
dc.date.issued2007pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10923/4906-
dc.description.abstractO uso de drogas é um fenômeno que ocorre com muita freqüência na adolescência, por ser um período de maior vulnerabilidade, no qual o indivíduo ainda não desenvolveu de forma adequada algumas habilidades. Como é uma etapa do desenvolvimento que envolve adaptações e mudanças, pode propiciar o surgimento de transtornos psicológicos, comportamentais e sociais, entre os quais, o transtorno por uso de substâncias. Entre as drogas ilícitas, a maconha é a mais usada, aparecendo em primeiro lugar nas pesquisas e com maior uso por adolescentes do sexo masculino. Nos transtornos por uso de maconha, podem existir déficits em habilidades sociais sob a forma de baixa competência social e dificuldades específicas, como enfrentamento de situações de risco à auto-estima e resolução de problemas. O objetivo dessa dissertação é contribuir para o conhecimento científico a partir da compreensão dos comportamentos de interação social em nossa realidade, com a proposta de verificar a associação entre as habilidades sociais em adolescentes com abuso ou dependência de maconha com as habilidades sociais de adolescentes sem uso de maconha. Esta dissertação compreende dois estudos: uma revisão teórica e um estudo empírico. Na parte teórica, realizou-se uma revisão sobre as habilidades sociais em adolescentes usuários de maconha, através de buscas nas bases de dados Pschynfo, Web of Science, Cochrane Library, Proquest, Medline e Lilacs, entre 1996 e 2006. Os descritores utilizados foram social skills, social skills training, social competence, assertiveness, adolescents, teeenagers, substance abuse, drugs abuse, cannabis e marijuana. Nas bases de língua portuguesa, os descritores foram habilidades sociais, treinamento em habilidades sociais, assertividade, adolescentes, abuso de substâncias, drogas e maconha. Também foram analisados livros e artigos que não se encontravam nas referências das fontes indexadas.Encontrou-se na literatura pesquisas, em sua maioria de língua inglesa, apontando a existência de déficits, principalmente a dificuldade em resistir às drogas e dizer não, além de concluir que a construção de habilidades de resistência ao oferecimento de drogas, a auto-eficácia e o estímulo à capacidade de tomada de decisões, pode reduzir o uso de substâncias. Poucos estudos brasileiros foram encontrados abordando esta temática. O estudo empírico objetivou avaliar as habilidades sociais de adolescentes usuários de maconha e comparar seu desempenho com não usuários de maconha, a fim de identificar se há ou não maior déficit nas habilidades sociais no grupo de usuários. Os instrumentos utilizados foram: ficha de dados sócio-demográficos, entrevista clínica estruturada, baseada nos critérios do DSMIV; Inventário de Habilidades Sociais – IHS; Screening Cognitivo do WISC-III e do WAIS-III e Inventários de Ansiedade e de Depressão de Beck - BAI e BDI. A amostra total constituiu-se de 98 adolescentes, subdividida em dois grupos, 49 usuários de maconha e 49 não usuários de maconha, com idades entre 15 e 22 anos, e escolaridade mínima de 5ª série do Ensino Fundamental. Foi um estudo quantitativo, transversal, observacional, de comparação entre dois grupos: usuários de maconha e não usuários de maconha. Os resultados mostraram diferenças significativas no screening cognitivo e na avaliação da presença de sintomas de ansiedade e depressão, com maiores prejuízos no grupo de usuários de maconha. Os achados finais apontam que não houve diferenças estatísticas significativas no escore geral do IHS entre o grupo de usuários e não usuários, mas foram encontradas diferenças significativas entre os grupos em relação a dois dos cinco fatores do IHS.O grupo de usuários de maconha apresentou um desempenho mais prejudicado no Fator 4, Auto-exposição a desconhecidos ou a situações novas e no Fator 5, Autocontrole da agressividade a situações aversivas. Conclui-se com esse estudo que adolescentes usuários de maconha apresentam mais prejuízos nas habilidades que adolescentes não usuários de maconha. Palavras Chave: habilidades sociais; adolescentes; maconha.pt_BR
dc.description.abstractThe use of drugs is a very frequent phenomenon during adolescence, due to the characteristic vulnerability of the phase, when the individual has not properly developed some important skills yet. As it is a developmental stage that involves adaptations and changes, it can trigger the onset of behavioral, social, and psychological disorders, including disorder due to drug ingestion. According to researches, cannabis is the most widely used illicit drug, being male adolescents the heaviest users. There may be social skills deficits in disorders caused by cannabis use, such as low social competency and specific difficulties: facing situations that threaten self-esteem and solving problems. This study aims to contribute to scientific knowledge based on the understanding of social interaction behaviors in our reality. It aims to compare social skills in adolescents who use or are depended on cannabis with adolescents who do not make use of cannabis. This essay has two studies: a literature review and an empirical study. The literature review presents an overview of social skills in adolescent cannabis users, with a search conducted in the following databases: Pschynfo, Web of Science, Cochrane Library, Proquest, Medline e Lilacs, from 1996 to 2006. The English descriptors used were: social skills, social skills training, social competence, assertiveness, adolescents, teenagers, substance abuse, drug abuse, cannabis and marijuana. The Portuguese descriptors used were: habilidades sociais, treinamento em habilidades sociais, assertividade, adolescentes, abuso de substâncias, drogas and maconha. Books and papers, which were not found in the indexed references, were also used. Studies, mostly in English, point to social deficits, mainly to the difficulty in resisting or refusing drugs.Most studies also conclude that enhancing skills to resist drug offers, self-efficacy, and developing decision-making capacity, can reduce drug ingestion. Few Brazilian studies focusing on this topic were found. The empirical study aimed at evaluating the social skills of adolescent cannabis users and comparing them to non-users in order to identify whether there is a higher social skill deficit among drug users. The following instruments were used: Socio-demographic data form, Structured clinical interview for DSM-IV; Social Skills Inventory – SSI; Cognitive Screening - WISC-III and WAIS-III; Beck Depression Inventory-BDI and Beck Anxiety Inventory- BAI. The total sample consisted of 98 adolescents, subdivided into two groups, 49 cannabis users and 49 noncannabis users, with ages between 15 and 22 years old, and minimum schooling of 5 years. It was a quantitative, observational, and transversal comparative study between two groups: cannabis users and non-cannabis users. Results show significant differences in the cognitive screening and in the presence of anxiety and depression symptoms, with more harm to cannabis users. Final findings indicate that there were no significant statistical differences in SSI results between users and non-users. However, significant differences were found regarding two (2) out of the five (5) SSI factors. Cannabis users showed more impaired performance on Factor-4] Self-exposition to unknown people and new situations, and on Factor 5 ], Aggression self-control in adverse situations. This study concludes that adolescent cannabis users present more deficits in social skills than non-users.en_US
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.subjectPSICOLOGIA CLÍNICApt_BR
dc.subjectPSICOLOGIA DO ADOLESCENTEpt_BR
dc.subjectADOLESCENTES - USO DE DROGASpt_BR
dc.subjectMACONHApt_BR
dc.subjectCOMPORTAMENTO (PSICOLOGIA)pt_BR
dc.titleHabilidades sociais em adolescentes usuários de maconhapt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.degree.grantorPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Psicologiapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Psicologiapt_BR
dc.degree.levelMestradopt_BR
dc.degree.date2007pt_BR
dc.publisher.placePorto Alegrept_BR
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000389787-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,08 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.