Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4913
Tipo: doctoralThesis
Título: Teste de Apercepção Familiar: sistema de categorização das respostas e fidedignidade entre avaliadores
Autor(es): Fensterseifer, Liza
Orientador: Werlang, Blanca Susana Guevara
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: PSICOLOGIA
RELAÇÕES FAMILIARES
FAMÍLIA - PSICOLOGIA
TESTES PSICOLÓGICOS
TESTE DE APERCEPÇÃO FAMILIAR
Resumo: The projective Family Apperception Test (FAT) intends to assess the family structure and functioning process from the point of view of the person who answers to it. FAT includes 21 pictures with family scenes, and the examinee shall tell a story on each of them. Considering the importance of adjusting the psychological instruments to the reality where they are used, the objective of this study was supporting FAT use and adaptation to the Brazilian reality. For such purpose, this Doctoral Dissertation was organized in three sections. The first one theoretically discusses the capacity of solving conflicts as a health indicator of families, highlighting that their disfunctionality is not assessed by the existence of problems, but instead by their incapacity to search for strategies to face them. The second section describes the building and development process of a categorization system to analyze the answers to the FAT. Studies published on this subject were reviewed, and a systematic content examination of the proposed categories of analysis on FAT original version was performed in order to assess its adequacy. After that, a new configuration was proposed to the answer categorization system, from which verbalizations of 30 children and youngsters were independently scrutinized by two researchers. This action has allowed the assessment of the logical consistency of the answers, leading to a definitive shape of the system. The final section shows a study on the reliability among evaluators, which was based upon a quantitative research involving 160 children and youngsters from two Brazilian cities: Belo Horizonte and Porto Alegre. The instruments used were a sociodemographic datasheet; the Raven Progressive Matrices Test, to screen the subjects’ cognitive capacity; and the FAT. Data were collected after contacting public and private schools, sending a letter and having informed consents signed by the students’ parents or responsible persons to take part of the research. The stories told for the FAT were tape-recorded, transcribed in written, and submitted to three different judges (J1, J2 e J3), who made independent evaluations. To check the agreement rate, Kappa statistics was used. The results obtained were highly satisfactory, as the agreement was substantial in several categories, and almost perfect in most the analyzed items. That means the three judges have agreed almost completely in their evaluations. The findings of this Dissertation contribute to the adaptation of FAT to the Brazilian reality, as a solid categorization system of the answers has allowed reaching satisfactory reliability rates among evaluators, taking an important step towards the qualification of its psychometric properties. FAT may allow wider understanding of family relationships and processes under several perspectives, representing an instrument capable of evaluating and decoding data for both research and clinical evaluation.
O teste projetivo Family Apperception Test (FAT) objetiva avaliar, do ponto de vista de quem responde ao teste, o processo de funcionamento e a estrutura familiar. O FAT é constituído por 21 lâminas com cenas familiares, e a proposta é que o examinando conte uma história para cada uma delas. Considerando a importância da adaptação de instrumentos psicológicos para a realidade em que são utilizados, este estudo teve como principal objetivo criar subsídios para a adaptação e uso do FAT à realidade brasileira. Para isso, a presente tese de doutorado foi organizada em três seções. A primeira discute, teoricamente, o papel da capacidade de resolver conflitos como um indicador de saúde em famílias, destacando que a disfuncionalidade destas não se atesta pela presença de problemas, mas sim por sua incapacidade de buscar estratégias para o enfrentamento dos mesmos. A segunda seção descreve o processo de construção e desenvolvimento de um sistema de categorização para analisar as respostas dadas ao FAT. Foram examinados estudos publicados sobre o assunto e realizou-se um exame sistemático do conteúdo das categorias de análise propostas na versão original do FAT, para verificar sua adequação. Feito isso, definiu-se uma nova configuração de categorias para composição do sistema de categorização das respostas, a partir do qual as verbalizações de 30 crianças e adolescentes foram escrutinadas, de forma independente, por duas pesquisadoras. Com esta ação a consistência lógica das respostas foi verificada e chegou-se, assim, à forma definitiva deste sistema. Na última seção apresenta-se um estudo de fidedignidade entre avaliadores, para o qual foi realizada uma pesquisa quantitativa, envolvendo 160 crianças e adolescentes das cidades de Belo Horizonte e Porto Alegre. Os instrumentos utilizados foram uma ficha de dados sociodemográficos; o Teste Matrizes Progressivas de Raven, para medida de screening da capacidade cognitiva dos sujeitos; e o FAT. Para a coleta dos dados contataram-se escolas públicas e privadas e, antes da administração dos instrumentos, foi enviada uma carta e um termo de consentimento aos pais ou responsáveis pelos estudantes, sendo que trazê-lo assinado era condição para a participação dos mesmos. As histórias contadas para o FAT foram gravadas em material de áudio, transcritas e submetidas ao exame de três juízes (J1, J2 e J3), que fizeram avaliações independentes. Para verificar o grau de concordância entre os mesmos foi utilizada a estatística Kappa. Os resultados obtidos foram altamente satisfatórios, uma vez que a concordância alcançada foi substancial em algumas categorias, e quase perfeita na grande maioria delas. Isso significa que os três juízes concordaram quase que integralmente em suas avaliações. Os resultados desta tese colaboram com a adaptação do FAT à realidade brasileira, uma vez que, de posse de um sistema sólido de categorização das respostas, foi possível chegar a índices satisfatórios de fidedignidade entre avaliadores, dando um importante passo no processo de qualificação de suas propriedades psicométricas. O FAT pode possibilitar uma ampliação da compreensão dos relacionamentos e processos presentes dentro de uma família, sob várias perspectivas, figurando como um instrumento capaz de avaliar e decodificar dados, tanto para uso em pesquisas, quanto para avaliação clínica.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4913
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000408226-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,61 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.