Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/4914
Type: masterThesis
Title: Funções executivas na segunda infância: comparação quanto à idade e correlação entre diferentes medidas
Author(s): Pureza, Janice da Rosa
Advisor: Fonseca, Rochele Paz
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Issue Date: 2011
Keywords: PSICOLOGIA
PSICOLOGIA COGNITIVA - CRIANÇAS
NEUROPSICOLOGIA
FUNÇÃO EXECUTIVA
COGNIÇÃO
CRIANÇAS
Abstract: As funções executivas (FE) vem sendo objeto de grande interesse na literatura devido a sua importância e complexidade para a cognição e o comportamento humanos. São operações mentais envolvidas no controle consciente de pensamentos e ações, incluindo uma gama de componentes em relação com outros processos cognitivos. Apesar dos diversos estudos realizados sobre o desenvolvimento das FE, o conhecimento desta temática é incipiente, principalmente no que se refere à população infantil. Neste contexto, objetivou-se investigar o desenvolvimento típico de FE na segunda infância, a partir de dois estudos empíricos. O primeiro verificou o papel da idade no desempenho de 90 crianças, de escolas públicas, em tarefas que avaliam componentes executivos. Comparou-se o desempenho de três grupos etários (6-7, 8-10 e 11-12 anos de idade) em fluência verbal, geração aleatória de números, Teste de Cancelamento dos Sinos, Teste Hayling e N-Back. O segundo estudo buscou identificar possíveis correlações entre as diferentes medidas de FE examinadas. A amostra foi composta por 59 crianças de 8 a 12 anos, de escolas públicas, com os mesmos instrumentos e procedimentos do primeiro estudo. Dentre os principais resultados, no Estudo 1, observou-se que a idade influenciou em todas as variáveis mensuradas, com diferenças mais frequentes entre as crianças de 6 e 7 e de 11 e 12 anos. No Estudo 2, encontrou-se correlação entre componentes de inibição e flexibilidade cognitiva. Assim, resultados iniciais sugerem um desenvolvimento progressivo dos componentes executivos na segunda infância, assim como uma relação mais próxima entre alguns componentes e paradigmas de avaliação das FE.
Executive functions (EF) have being focused in the literature due to its importance and complexity for human cognition and behavior. It refers to mental processes involved in conscious control of thoughts and actions, including a range of components with relation to other cognitive processes. Although several studies contemplate the development of EF, knowledge on this field, particularly focusing on children, is still incipient. Therefore, this research aims to investigate the typical EF development in second infancy from two empirical studies. The first study verified the role played by age in the development of 90 children from public schools, in tasks assessing executive components. Three different age groups (6-7, 8- 10 and 11-12 aged) were compared for performance in verbal fluency, random number generation, Bells Test, Hayling Test and N-Back tasks. The second study identified possible correlations between the different EF measures assessed. The sample was comprised of of 59 children, from 8 to 12 years old, studying at public schools, with the same instruments and procedures from the first study. Among the main results, Study 1 showed that age was an influent factor in all measured variables, with more frequent performance differences between 6-7 and 11-12 aged children. In Study 2, there were main correlations between inhibition and cognitive flexibility. Therefore, initial results suggest a progressive development of executive components in second childhood, as well as a closer relationship between some components and paradigms of EF assessment.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4914
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000429307-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo465,56 kBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.